Notícias Adventistas

Igreja vota abertura de Instituto Missionário no Centro-Oeste para 2019

Por Jenny Vieira 27 de novembro de 2018

Estão participando uma parcela de membros e pastores de igrejas, bem como administradores das sedes da igreja adventista para o Centro-Oeste do Brasil

Começou nesta segunda-feira, 26, o Concílio Anual de 2018, da União Centro-Oeste Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia (sede adventista para a região centro-oeste do Brasil e Tocantins). A reunião acontece todos os anos, sempre no mês de novembro, e reúne uma parcela representativa de membros e pastores de igrejas, departamentais e administradores da igreja para esta região.

Este evento acontece todo ano, a partir de novembro

O evento prevê a apresentação da agenda definida para o próximo ano, bem como os novos votos tomados pela Igreja na América do Sul e no mundo. Assuntos regionais também são tratados e votados nesta comissão.

Entre os tópicos, foi votada e aprovada a criação de um Instituto Missionário, que deve servir para informação e acompanhamento de interessados e, apoio no envio de missionários para o serviço no Brasil e no exterior. O instituto servirá, ainda, para preparar os voluntários para que cheguem ao campo missionário, já parcialmente inseridos na cultura e idiomas locais. A sede do projeto deverá ser aberta no Instituto Adventista Brasil Central (IABC), em setembro do próximo ano.

Foco claro na missão

Novas medidas também foram definidas para o projeto Um Ano em Missão que é pioneiro no Centro-Oeste do Brasil. O programa continua sendo um dos focos de investimento para 2019.

“Queremos levantar uma geração de jovens que entenda que a missão é um estilo de vida”,  comentou Alijofran Brandão, presidente da igreja para o Centro-Oeste

O presidente da igreja para esta região, pastor Alijofran Brandão, destacou a importância do estabelecimento de tantos programas de cunho missionário. “Nós queremos levantar uma geração de jovens que entenda que a missão é um estilo de vida e que ela não acaba quando eles voltam do campo missionário”, salientou.

Os membros presentes no concílio também votaram a favor da criação de um treinamento para jovens que voltam do campo missionário (local onde realizaram as atividades missionárias). A ideia é manter a motivação que os jovens possuem, quando começam suas atividades missionárias fora de casa. Já se constatou que alguns jovens acabam se decepcionando com a igreja, após terem passado um ano cheio de atividades e dedicação total à missão. O objetivo é que eles aprendam a lidar com as pessoas que não passaram pela mesma experiência que eles e, ao mesmo tempo, saibam como transmitir o seu aprendizado.

O Concílio Anual termina nesta quarta-feira, 28.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox