Notícias Adventistas

Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões

O documento diz respeito a procedimentos e ações em um contexto de novas restrições e preocupações por conta da pandemia da Covid-19.

Por Agência Adventista Sul-Americana de Notícias 2 de março de 2021

Objetivo do documento é demonstrar prudência, cuidado com as pessoas e responsabilidade, sem deixar de cumprir com a missão de pregar o evangelho. (Foto: Shutterstock)

A Divisão Sul-Americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia divulga, nesta terça-feira, dia 2, um documento de orientações sobre a realização de reuniões virtuais e presenciais no Brasil. O material passou pela avaliação de líderes eclesiásticos, além de profissionais das áreas de administração, comunicação, jurídica, saúde, entre outros setores.

Prudência e ênfase na missão

O presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul, pastor Erton Köhler, explica que a ideia central do material é o posicionamento da organização diante da crescente preocupação com os novos desdobramentos por conta da pandemia de Covid-19. “Trata-se de um material que demonstra a preocupação da Igreja com o bem-estar e segurança de todos. Temos profunda consideração pelas pessoas a quem amamos e são amadas por Deus. Uma organização religiosa precisa dar o exemplo na proteção de vidas e no cumprimento das diretrizes de autoridades públicas”, afirma o líder.

Köhler acrescenta, ainda, que “ao mesmo tempo, a Igreja se preocupa em manter firme a pregação do evangelho de salvação e esperança a milhares de pessoas. Temos recursos virtuais que permitem desenvolver diferentes ações para fortalecimento da fé, sem colocar em risco a saúde das pessoas”.

Responsabilidade

Já um dos vice-presidentes da Igreja Adventista na América do Sul, pastor Stanley Arco, destaca a responsabilidade da Igreja Adventista em momentos decisivos como estes. “Evidentemente, por conta do momento crítico que vivemos, diante de tantas mortes e dificuldades no combate à doença, a Igreja continuará agindo com sensatez, porém sem deixar de cuidar das pessoas em suas necessidades, sejam físicas, mentais ou espirituais”, destaca.

O documento pode ser lido, na íntegra, neste link.

Veja mais detalhes no vídeo abaixo:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox