Notícias Adventistas

Igreja Adventista no oeste do Paraná vota mudanças no quadro de administradores e pastores

Por Willian Vieira 2 de dezembro de 2019

A Comissão Diretiva da Igreja Adventista do Sétimo Dia no oeste do Paraná votou algumas alterações em seu quadro de administradores, pastores e líderes de departamento. As mudanças, que costumam ocorrer ao longo dos anos, buscam contemplar necessidades específicas da sede administrativa, das igrejas e dos próprios pastores.

Algumas das principais razões para mudanças ou agregações, estão a abertura de novas igrejas, convites de outras sedes administrativas, alterações de função, pausa para aprimoramento acadêmico e o ingresso em projetos missionários.

Nova direção na área financeira

Entre as novidades, a comissão votou o nome de Edson Erthal como o novo diretor financeiro para o território do oeste paranaense. Ele estava atuando no escritório-sede que gerencia as atividades dos adventistas para o oeste de Minas Gerais. Sua nomeação ocorreu por conta da ida de Sávio Fernandes para a sede adventista que contempla o estado de Goiás, a Associação Brasil Central (ABC).

Erthal é natural de Cambará (PR) e é graduado em Contabilidade e em teologia, além de ser especialista em gestão financeira. Começou suas atividades ministeriais em 2004, como contador na Associação Norte Paranaense (ANP). Em 2009, assumiu a função de contador da União Norte Brasileira (UNB), no Pará. Depois, em 2010, atuou como diretor financeiro na Associação Maranhense. Em 2013, foi nomeado vice-diretor financeiro da União Sudeste Brasileira (USEB), no Rio de Janeiro. Até maio de 2019, era o diretor financeiro da Associação Rio Fluminense (ARF), quando passou a atuar na Missão Mineira Oeste (MMO) até o momento. Casado com Wellen Fernandes Erthal, tem duas filhas: Isabella e Beatriz.

Divisão de departamentos

Em razão do pastor Édi Peixoto ter aceitado o chamado para atuar na sede administrativa adventista para o norte do Paraná com Desbravadores e Aventureiros, o pastor Emerson Metzker, que atuava no distrito do Instituto Educacional Pastor Manoel Soares (IEMS), foi nomeado como o novo líder da área.

Natural de Curitiba, Metzker se formou em teologia no ano de 2013, na Faculdade Adventista da Bahia (FADBA-IAENE). Começou seu ministério no distrito de Goioerê, passando também pelo distrito de Jardim Panorama (Umuarama) e, posteriormente, pelo distrito do IEMS. É casado com Pressila e tem duas filhas, Ingrid, 20, e Iasmin, 16.

Ao mesmo tempo, visando o crescimento da Igreja no que diz respeito às novas gerações, a comissão decidiu seguir o mesmo caminho que os outros territórios do Sul do Brasil: ter um líder separado para às áreas de Ministério Jovem, Universitários, Comunicação e Música. O nome escolhido para a função foi o pastor Rodolfo Guilherme Hotz Kalschne, que até então, atuava na cidade de Dois Vizinhos.

Rodolfo é natural de Cascavel e se formou em teologia pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp Campus Engenheiro Coelho) em 2010. Foi pastor do Colégio Adventista da Zona 4, em Maringá; do Colégio Adventista de Londrina e também passou pelos distritos de Mamborê, Pato Branco e Dois Vizinhos.

Na ocasião, os líderes da Igreja para o Sul do Brasil, Elmar Borges (Ministério Jovem, Universitários, Música e Comunicação) e Aryel Marques (Desbravadores e Aventureiros), estiveram na comissão e discorreram sobre o impacto da divisão do departamento.

“Nós estamos muito felizes porque essa foi a última sede que faltava para implementar essa divisão no Sul do Brasil. É uma grande empreitada em busca das novas gerações, que se traduz em você pegar o desbravador, aventureiro e ter um seguimento de trabalho pra que, depois, que ele possa encontrar o Ministério Jovem, área onde ele possa estar. Isso vem solidificar o compromisso da União Sul Brasileira com as novas gerações”, ressalta Borges.

“A igreja está focada em novas gerações. Nós queremos ir com todos, conforme o texto de Êxodo 10:9, e agora é um momento histórico. Tenho certeza que crescerá muito em todos os sentidos aqui no território e o nosso sentido é levantar uma geração para assumir a igreja, se necessário, e para a eternidade”, complementa Marques.

Para o pastor Sidnei Mendes, presidente da Igreja Adventista para o oeste do Paraná, a decisão surge a partir do conceito-base de que a expansão da igreja até os últimos acontecimentos da história humana acontece com o apoio integrado de cada faixa-etária. “Nós cremos que a Igreja de Deus vai avançar com um movimento inter-geracional – com idosos, adultos e famílias, jovens, adolescentes, juvenis e crianças. Uma igreja que está se preparando para a volta de Jesus e que quer encontrá-lo com todos,” reforça o líder.

Novas mudanças no quadro de distritais

As alterações votadas inicialmente geraram a necessidade de reconfigurar nomes de pastores dos distritos envolvidos. A partir disto, o pastor Lucas Fávero, que atuava como auxiliar da Igreja Adventista Central de Cascavel como instrutor bíblico, passa a ser o responsável pelo distrito do IEMS.

Já o distrito do Lar Paraná, que teria em 2020 a direção do pastor Rodolfo Kalschne, terá como lider espiritual, o pastor Joezer Mello, que havia sido nomeado para liderar o distrito de Mamborê. A alteração fará com que o último distrito citado (Mamborê) conte com um novo pastor, sendo escolhido o nome de Leonardo de Jesus, que atuava até então como instrutor bíblico.

Volnei Porto, diretor financeiro da Igreja Adventista para o Sul do Brasil, também fez parte da comissão. “Quero parabenizar a sede, primeiro por ter escolhido o Edson, que é um tesoureiro de grande experiência que está chegando para contribuir com o crescimento do campo e, em segundo, pela decisão de dividir os departamentos. Eles trabalham com novas gerações e é um grande desafio para a igreja. Nós precisamos investir nestas áreas. Não tenho dúvidas que esses homens farão um grande trabalho e vão contribuir para que essa nova geração se aproxime mais e mais de Cristo”, conclui.

Para o pastor Mendes, a dinâmica na qual a Igreja funciona a partir das transferências, potencializa o crescimento e avanço da mensagem bíblica. “Eu vejo na igreja, algo que Deus instituiu para ser um movimento de pessoas que se preparam para a volta de Jesus. Para que isso aconteça, Deus coloca toda uma dinâmica neste movimento e isso envolve a ida e a vinda de pessoas. Isso é positivo porque as pessoas vão tendo experiências diferentes por onde passam e quando chegam em um local novo, isso se junta ao potencial da Igreja onde este obreiro vai servir”, conclui.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox