Notícias Adventistas

Igreja Adventista no oeste do Paraná tem novo presidente

Pastor Sidnei Mendes, até então conselheiro dos pastores no Sul do Brasil, assume função deixada por José Elias Zanotelli, que encerra ciclo de atividades prestadas na organização adventista.

Por Willian Vieira 11 de junho de 2019

A Comissão Diretiva da Igreja Adventista do Sétimo Dia para o oeste do Paraná esteve reunida durante a manhã desta terça-feira (11). Na ocasião, foi definido que o pastor Sidnei Mendes, até então conselheiro dos pastores no Sul do Brasil, será o novo presidente da Igreja Adventista no território. Seu antecessor, pastor José Elias Zanotelli, acaba de encerrar seu ciclo de atividades prestados a organização adventista, tendo passado por diversas cidades do país.

Natural de Santos (SP), o pastor Mendes é formado em teologia pastoral e educacional e também com o mestrado em teologia, ambos pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp). Tem atuado no ministério desde o ano de 2001, no qual foi pastor distrital, líder da área de Mordomia Cristã no sul do Paraná, líder da Ação Missionária e Escola Sabatina para o Sul do Brasil e também dirigiu as mesmas áreas junto ao departamento de Evangelismo na região noroeste do Brasil.

Mendes também foi professor de Teologia no Instituto Adventista Paranaense (IAP), um dos internatos que compõem a rede educacional adventista. É casado com Tania Santana Mendes e tem um filho Silas Henrique S. Mendes.

Fim de um ciclo

O pastor José Elias Zanotelli é natural do estado do Espírito Santo. Cursou Teologia no Instituto Adventista de Ensino (IAE), que atualmente é denominado como Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp).  Em 1981, iniciou seu ministério como pastor distrital no Espírito Santo, passando a atuar como líder de departamento e secretário da sede administrativa da Igreja no estado. Exerceu a função de presidente da denominação nos estados do Sergipe, Alagoas, Rio Grande do Sul e atuou como diretor geral da Faculdade Adventista da Bahia (Iaene). Sua atuação no oeste do Paraná vem desde 2012 e se encerra agora em 2019.

Seu legado se configura como período de dedicação extensa a aproximar pessoas de Deus, mesmo antes de sequer atuar na organização. O que começou com um embrião na juventude, quando decidiu ser adventista mesmo sem ter qualquer apoio da família, se tornaria um ministério formal, com o sonho realizado de ser um pastor. A partir daí, direciona seus passos para um cenário com ainda maiores responsabilidades, mal sabendo que seria o líder da Igreja por vários lugares onde passou. Além da direção divina, os desafios enfrentados também foram feitos em companhia de Ildete, com quem é casado e tem duas filhas, Keidy e Keisy.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox