Notícias Adventistas

Governador do Rio Grande do Sul aprova criação do Dia Estadual do Quebrando o Silêncio

Projeto passa a fazer parte do calendário oficial do Estado.

Por Douglas Pessoa 4 de setembro de 2019

Eduardo Leite (centro) exibe documento da nova lei que dá força ao empenho dos adventistas (Foto: Divulgação)

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, sancionou, no Palácio Piratini, em Porto Alegre, o projeto de lei que cria o Dia Estadual do Quebrando o Silêncio e coloca a ação dos adventistas no calendário oficial do Estado. O ato ocorreu na tarde desta quarta-feira, 4. A partir de agora, todo quarto sábado mês de agosto será oficialmente marcado por ações promovidas pela Igreja em combate à violência doméstica e o abuso sexual.

De autoria do deputado Eduardo Loureiro, a norma havia sido aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa gaúcha em agosto, e seguiu para o gabinete do governador, onde aguardava aprovação. A sanção aconteceu em meio a um encontro de leite com representantes dos três escritórios administrativos da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) no Estado. O governador elogiou a iniciativa dos adventistas e recebeu um exemplar da revista que explica o funcionamento do projeto.

Leia também:

De acordo com Loureiro, a ratificação pelo governador mostra a preocupação comum do poder público e da denominação religiosa com o bem-estar da população gaúcha. “Essa é uma causa extremamente importante. Dados assustadores revelam que 69% das mulheres já foram vítimas da violência doméstica. Então, esse é um tema que precisa envolver toda a sociedade. Nós queremos reconhecer esse projeto idealizado pela Igreja Adventista”, enfatiza.

Loureiro também afirmou que a lei dá forca ainda maior à iniciativa. “Nós temos que fortalecer essa causa, que já é um projeto de sucesso. Acho que a partir do reconhecimento da Assembleia Legislativa nós vamos ampliar essa luta”, explica.

A lei sancionada por Eduardo Leite é semelhante a uma legislação já existente no município de Santo Ângelo, no noroeste do Estado. Outras cidades gaúchas também já haviam demonstrado seu reconhecimento do projeto através de ações do tipo.

Projeto

O Quebrando o Silêncio é uma iniciativa da denominação desde 2002 e tem como foco o combate à violência contra mulheres, crianças e idosos. A ação consiste em produzir materiais, fazer trabalhos sociais e incentivar a denúncia de agressores para as autoridades competentes. O programa funciona nas igrejas e colégios adventistas durante todo o ano, mas tem o mês de agosto como período de maior empenho. No quarto sábado deste mês os fiéis procuram abrir mão de suas rotinas eclesiásticas para participar de atividades que divulguem o projeto e ajudem pessoas a literalmente quebrarem o ciclo de violência.

Veja mais fotos da cerimônia:

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox