Notícias Adventistas

Fidelidade dos membros em meio à crise resulta em crescimento do valor dos dízimos

A despeito das dificuldades financeiras causadas pela pandemia do novo coronavírus, o compromisso com a fidelidade a Deus resulta no crescimento de 16,5% do valor dos dízimos na região sul do Maranhão.

Por Érica Tavares 17 de agosto de 2020

A manutenção da fidelidade a Deus através dos dízimos reflete o cuidado com a vida espiritual e a confiança na organização da Igreja. (Foto: Freepik)

No estado do Maranhão, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde, mais de 136 mil pessoas foram contaminadas pelo novo coronavírus. Esse número o torna um dos estados da região Nordeste mais atingidos pela pandemia. Portanto, é inevitável que haja também um impacto financeiro na vida de milhares de pessoas. Mesmo com essas dificuldades, os adventistas da região sul do Maranhão mantiveram seus hábitos de fidelidade a Deus, especialmente através da contribuição voluntária dos dízimos. Como resultado, houve o crescimento de 16,5% no valor dos dízimos de janeiro a julho deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Leia também:

O responsável pelo departamento de Mordomia Cristã na região, pastor Laurentino Andrade, avalia que esse aumento é fruto da dedicação em fortalecer o compromisso de cada membro em ser servo fiel e estar espiritualmente reavivado, trabalho que ocorre há anos na Missão Sul Maranhense. “Os princípios de fidelidade desenvolvidos anteriormente na vida dos irmãos tiveram efeito agora, nesse período”, explica o pastor.

Durante a pandemia, ainda que com os templos fechados, as atividades da Igreja não foram interrompidas. Continuaram adaptadas à nova realidade. As ações sociais, que levaram auxílio material a quem necessitava,  os cultos on-line, visitas pastorais virtuais e programas evangelísticos transmitidos pela internet,  tornaram a atuação da Igreja notável. Andrade destaca essa movimentação como um dos fatores que influenciaram na elevação dos dízimos.  “Os membros perceberam que a Igreja e os pastores continuavam ativos. Ver essas atividades, os motivou a continuar exercendo a fidelidade a Deus”.

Na Igreja Adventista do Sétimo Dia, os dízimos devolvidos pelos membros são utilizados exclusivamente para a pregação do evangelho e na manutenção dos pastores que dedicam-se à igreja, em tempo integral e com dedicação exclusiva.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox