Notícias Adventistas

Encontro de liderança da Igreja Adventista no Norte avalia retorno e planeja 2021

Reunião capacita líderes da Igreja para o Pará, Amapá e Maranhão visando fortalecer o discipulado na região.

Por Gerllany Amorim Dias 3 de setembro de 2020

Entre os dias 31 de agosto a 2 de setembro, líderes de departamentos da área administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia no Norte do Brasil reuniram-se no Concílio de Administradores e Departamentais da União Norte Brasileira (CADUN). O evento é realizado anualmente, sempre neste período do ano, e visa oportunizar que a liderança esteja integrada e focada num só propósito: planejar ações eficazes para fomentar o discipulado no território, a fim de levar adiante o trabalho da Igreja em pregar o evangelho eterno. O tema do encontro de 2020 foi “Fidelidade e Missão – Uma voz de Esperança”.

Reunião anual de líderes, o CADUN, avalia trabalho realizado e planeja ações de discipulado para o próximo ano na Igreja Adventista do Sétimo Dia no Norte do Brasil (Foto: Marcos Almeida).

A partir desse encontro, os líderes reforçam o compromisso e tornam-se mais aptos a propagar esse cronograma do planejamento repassado a eles pela Igreja, para que assim possam instruir os demais membros dentro do projeto missionário praticado no território chamado “Discipulado Mais Forte”. O líder da Igreja Adventista do Sétimo Dia nessa região que abrange os três estados (Pará, Amapá e Maranhão), pastor Leonino Santiago, explica o significado didático dado ao nome do projeto.

“As letras da palavra “Forte” remetem ao significado sendo “F” de fidelidade dentro daquilo que se propõe, “O” de oração que é a base da comunhão com Deus, a letra “R”de Relacionamento que é a vida em comunidade, o “T” de testemunho da vida cristã digna no seu estilo saudável e por fim, o “E” de evangelismo, que acontece na evangelização através dos dons confiados por Deus a cada cristão”, explicou Santiago.

Leia também:

O líder comentou ainda, as expectativas e avaliações sobre as atividades da Igreja diante de uma situação delicada para o mundo que é a pandemia do novo Coronavírus, que inclusive, atingiu as atividades presenciais dos membros nos templos até pouco tempo atrás.

“Nós enquanto liderança avaliando o retorno progressivo das atividades ainda em período de pós-quarentena, mas ainda diante de uma pandemia, vemos uma Igreja Adventista do Sétimo Dia que se levanta como uma voz de esperança em um mundo caótico, onde vivemos rodeados de pessoas que declaram sentir-se sem esperança, ainda com muita insegurança diante do futuro, mas a Igreja se levanta atendendo aos necessitados, acolhendo os abatidos e levantando um movimento onde cuidar de gente é nossa prioridade”, afirmou Santiago.

O encontro também recebeu relatos de testemunhos reais de milagres presenciados por membros durante a pandemia e, ainda, declarações públicas de entrega de vidas a Jesus por meio de batismos.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox