Notícias Adventistas

Celebração em estádio marca supercentenário da Igreja Adventista na Bahia

4 de novembro de 2015
12193847_823291121123454_2632590626797743805_n

Cerca de 30 mil pessoas assistiram a cerimônia.

Salvador, BA …[ASN] A história da Igreja Adventista na Bahia foi iniciada no ano de 1905, quando os pioneiros superaram obstáculos com a comunicação e transporte, deixando um legado de fé e amor a Deus. Ao completar 110 anos, a IASD recebeu algumas homenagens, entre elas, uma sessão especial na Assembleia Legislativa e outra na Câmara de Vereadores, que ocorreu na quinta-feira, 29 de outubro, dando início às comemorações do supercentenário. Na ocasião, os administradores locais e regionais, autoridades governamentais, pastores, membros, além do Quarteto Arautos do Rei, marcaram presença na solenidade.

No sábado, 31 de outubro, uma festa aconteceu no Estádio de Pituaçu, reunindo quase 30 mil pessoas da Grande Salvador, entre membros e convidados. O evento também celebrou as ações de compaixão que aconteceram em 2015, um presente da igreja para Salvador. Os cantores Cíntia Alves, Alexandre Lima, Márcia Layane, entre outros, e o Quarteto Arautos do Rei, foram responsáveis pelo louvor e o pastor Ivan Saraiva foi o orador oficial da noite.

11148594_823465811105985_2975847456721550985_n

Celebração foi marcada pelo batismo de 110 pessoas.

Um dos momentos que mais chamou a atenção do público foi o batismo de 110 pessoas, simbolizando 01 batismo a cada ano, durante o tempo em que a IASD existe na Bahia. Entre os batizados, estavam três detentas, Adriana Gonçalves (33), Carla Falcão (34), e Matilda Romoalda da Trindade (71) que, escoltadas por um policial, puderam participar de toda festa. Cada uma dessas mulheres apresentava uma história diferente, mas uma única história era em comum: o encontro com Deus dentro da prisão. Segundo Adriana, o encontro foi marcante e não tinha como fugir dele. “Hoje eu sinto que nasci de novo. Deus me transformou em uma nova mulher e eu não quero sair nunca mais do lado dEle”, afirmou. As três mulheres receberam estudos bíblicos da agente penitenciária Edna Brito, que assim como os pioneiros da IASD, não encontrou obstáculos para pregar o evangelho. “Eu prendo elas [as detentas] e depois vou evangelizá-las. Já perdi as contas de quantas presas tomaram a decisão pelo batismo”, declarou Edna, que desenvolve um projeto social dentro da Penitenciária Lemos de Brito, em Salvador, há mais de 10 anos. Adriana, Carla e Matilda agora fazem parte dos 172 mil membros da Igreja Adventista que estão espalhados em mais de duas mil igrejas pela Bahia.

Para o líder da IASD na Grande Salvador, pr. José Wilson Barbosa, a celebração em Pituaçu foi uma demonstração do que acontece quando a igreja está unida no mesmo propósito, seguindo o exemplo de Jesus. “Uma igreja com foco na comunidade, em que cada membro usa seu talento em algum ministério para cumprir a missão, é o segredo de uma igreja realmente relevante. O encontro em Pituaçu significa um marco de transição, pois queremos ir além para apressar a volta de Jesus”, acrescentou.

IMG_1953

Evento marcou lançamento do livro missionário para 2016.

Durante a programação, foram distribuídos 30 mil livros Esperança Viva, escrito pelo pastor Ivan Saraiva. O livro será usado nas ações missionárias em 2016 e seguirá uma linha mais doutrinária, focando temas como a guarda do sábado, o estado dos mortos, a teologia da prosperidade, a controvérsia a respeito da origem da vida, além de abordar sobre a prática de línguas estranhas em rituais religiosos.

Houve, ainda, a arrecadação de 70 toneladas de alimentos, que serão distribuídas entre entidades carentes da capital. O público também pôde presentar a IASD por meio de uma oferta especial, que será destinada para construção de um Santuário de Esperança, localizado em um povoado próximo a Salvador. A ideia é que o Santuário seja finalizando em até 110 dias.

Além do foco na comunidade, por meio de ações sociais, há 120 anos a IASD também se preocupa com a formação acadêmica de cada indivíduo. Em todo o Estado, uma rede de ensino é responsável pela educação integral de crianças e adolescentes. Em Salvador, onde o crescimento é mais expressivo, são quase 6 mil alunos e 10 Escolas Adventistas. Em novembro, será inaugurada mais uma unidade, desta vez, para atender a região de Vilas do Atlântico. (Equipe ASN, Monique dos Anjos)

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox