Notícias Adventistas

Campanha de Oração resgata mais de 300 pessoas em Rondônia e Acre

O movimento de oração, em que os fiéis da Igreja Adventista do Sétimo Dia estiveram envolvidos no mês de fevereiro, enfatiza a importância desta atitude em diferentes aspectos da vida de um cristão. A campanha acontece anualmente nas igrejas em oito países da América do Sul.

Por Ana Hack 27 de fevereiro de 2020

Mais de 300 pessoas foram batizadas

Na sede administrativa da Igreja Adventista para os estados do Acre e centro e norte de Rondônia, mais de 30 mil pessoas estiveram participando diariamente dos cultos. Através das orações e do jejum os membros estiveram realmente envolvidos na missão de resgatar pessoas.

Adriana Ferreira da Silva foi uma das pessoas que participou todos os dias dos encontros de orações que aconteceram na igreja do COHAB, localizada em Porto Velho. Ela conta que aos 8 anos conheceu a Igreja e passou a frequentar todos os cultos, e aos 11 anos ela já fazia parte do ministério de louvor. Mesmo assim se sentia desmotivada, pois desde pequena enfrentou desafios que a fez refletir sobre sua existência.

A tristeza era rotineira em sua vida, aos 17 anos ela sentia um imenso desejo de morrer, passava madrugadas em choros e se perguntava porque lidava com tantos problemas. Durante sua infância conviveu com pesadelos, além de ter sido abandonada pelo pai. Na época, a igreja era como uma rota de fuga, ela buscava alívio em Deus, mas não era o suficiente, até que começou a se afastar de Deus e da igreja.

“ Eu acreditava que aquilo poderia me ajudar. Eu não tinha dinheiro para pagar um psicólogo ou fazer um tratamento, então busquei nos prazeres do mundo uma saída para não morrer“, relembra a jovem.

Mesmo em meio às dificuldades ela nunca deixou de orar.

“ Foi então que eu resolvi fazer da oração uma terapia. Eu pedia a Deus que providenciasse minhas necessidades pois eu não aguentava mais a vida que eu tinha escolhido.”

Mesmo longe da Igreja, ela sentia um imenso desejo de voltar. Foi então que tomou a decisão de conversar com Deus e pedir ajuda demonstrando uma real entrega, inclusive estando disposta a usar sua história para ajudar outras pessoas.

Adriana foi batizada durante o projeto #10DiasdeOração

“ O meu propósito é usar minha história a disposição de Deus para tocar outras vidas, foi então que eu resolvi me batizar pois entendi que eu já estava precisando dar os primeiros passos em direção a corresponder e agradecer em atitudes o amor de Deus por mim“, enfatiza.

Adriana se batizou no final do programa dos 10 Dias de Oração e hoje ela compreende a importância da comunhão e oração na vida das pessoas. “Minha missão é colaborar com a mensagem de levar Jesus as pessoas, motivar a mim cada vez mais e aos demais, no Cristo que nos ama e que é o único que pode mudar totalmente a história da humanidade.”

Além de Adriana, outras 316 pessoas aceitaram o convite e foram batizadas, como foi o caso de Francisco Batista Pimentel que trabalha como enfermeiro. Ele se batizou a 34 anos atrás. Pensou que poderia resolver seus problemas para então servir a Cristo em sua plenitude. Após muitos anos de sucessivas tentativas, não tendo êxito, compreendeu que não conseguiria vencer suas dificuldades sozinho.

O Senhor Francisco se batizou na certeza de que dentro da igreja, com os irmãos e sua família que tanto intercederam e sempre estiveram ao seu lado, a caminhada seria mais segura.

Para o pastor e evangelista da região, Belciclei Barbosa, “a campanha dos 10 Dias de Oração é fundamental para alcançar pessoas, desta forma enquanto os joelhos estão no chão o Espírito Santo vai agindo os mantendo em pé”.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox