Notícias Adventistas

Assembleia mundial adventista votará mudanças em texto do manual

Mudanças de redação estão programadas durante discussões que iniciam nessa quinta-feira, dia 2, em San Antonio.

29 de junho de 2015
Últimas modificações no Manual da Igreja ocorreram durante Assembleia realizada em 2010 em Atlanta, nos EUA.

Últimas modificações no Manual da Igreja ocorreram durante Assembleia realizada em 2010 em Atlanta, nos EUA.

Brasília, DF … [ASN] A cada cinco anos a Assembleia Mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia ocorre para expressar gratidão a Deus em relação aos avanços feitos pela organização no planeta, mas, também, para aprovar documentos, declarações e até fazer alterações em crenças fundamentais e regulamentos como é o caso do Manual da Igreja.

Leia também:

Agência de notícias prepara cobertura de evento mundial adventista

Nos próximos dias 2 e 11 de julho, em San Antonio, nos Estados Unidos, os mais de dois mil delegados de todos os continentes terão vários momentos para discutir e decidir os rumos da Igreja. Nesse ano, estão previstas alterações nas chamadas Crenças Fundamentais e no Manual da Igreja.

Os adventistas do sétimo dia aceitam a Bíblia como seu único credo e mantêm 28 crenças fundamentais que norteiam os princípios da organização. Essas crenças constituem a compreensão e a expressão do ensino da Bíblia por parte da Igreja. E só podem haver alterações nessas declarações em uma assembleia mundial. O pastor Ted Wilson, presidente mundial da Igreja, declarou durante reunião administrativa no ano passado que “estamos apenas ajustando o texto de modo a torná-lo mais claro e útil”.

E, na prática, é o que provavelmente ocorrerá. Devem ocorrer apenas mudanças para esclarecimento de pontos das crenças em que surgem dúvidas ao longo dos anos, substituição de termos ou palavras que não fazem mais sentido na linguagem de hoje e inclusão de algumas abordagens como nas crenças sobre Jesus, Espírito Santo, casamento e família, criação, entre outras.

Manual da Igreja

Outro documento que só pode ser modificado em uma assembleia como essa é o Manual da Igreja Adventista do Sétimo Dia. A história desse material é antiga. A Assembleia da Associação Geral de 1882 votou o preparo de instruções aos oficiais da igreja a serem impressas na Review and Herald ou em forma de folheto naquela época. No ano seguinte, foi proposto que esses artigos tomassem forma permanente por meio de um Manual. “É um documento, inclusive, com valor legal perante a Justiça”, acrescenta o diretor jurídico da Igreja para oito países sul-americanos, Luigi Braga.

Para a Assembleia desse ano, estão previstas alterações de redação nos capítulos que tratam, por exemplo, da autoridade da Associação Geral da Igreja, da disciplina eclesiástica, além de modificações na estrutura do departamento de Ministério Jovem com a criação de ministério de apoio que poderão ajudar inclusive universitários de uma forma mais específica. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox