Notícias Adventistas

Aplicativo Seven Me é lançado na sede adventista para o norte do Rio Grande do Sul

Aplicativo deve tornar processo de adoração mais acessível a diferentes públicos.

Willian Vieira

Nesta segunda-feira (06), servidores que atuam no escritório-sede da Igreja Adventista para o norte do Rio Grande do Sul acompanharam o lançamento regional do aplicativo intitulado 7 Me (Seven Me), criado para que fiéis tenham acesso a serviços como atualização de dados cadastrais, bem como o controle e transferência online de dízimos e ofertas. O lançamento aconteceu por meio do pastor Herbert Boger, líder da área de Mordomia Cristã para oito países sul-americanos.

Leia mais:

Adventistas vão ganhar portal para relacionamento online

Em sua explanação, o líder reforçou dois aspectos que contribuíram para que o aplicativo fosse criado – além das necessidades geradas pelos avanços tecnológicos.  “Utilizando como exemplo o estado de São Paulo, as estatísticas que temos são a de que uma grande porcentagem de jovens não devolve o dízimo e nem dá ofertas apenas por esquecimento, o mesmo motivo, inclusive, dos aposentados”, argumenta. Com a praticidade do aplicativo nas mãos, a perspectiva é a de que este público diminua.

Outro público-alvo que será beneficiado pela plataforma é formado por pessoas que tem ganhos em períodos diferentes daqueles que recebem mensalmente. “Pessoas que tem trabalhos em que o ganho é diário, como os motoristas de aplicativos, podem controlar melhor as suas finanças e dizimar diariamente dessa maneira”, acrescenta. O extrato das doações e devoluções chega imediatamente após o procedimento realizado, no e-mail do fiel.

A transparência também é um ponto presente no aplicativo. O usuário pode ter acesso detalhado a respeito do orçamento da igreja que frequenta e até ter ideia do histórico de devolução dos dízimos e ofertas ao longo de um período.

Mesmo com as vantagens, Boger deixa claro que o aplicativo para dispositivos móveis e que também pode ser baixado em computadores não é um item obrigatório. “Se você acredita que a sua forma de adoração deve continuar por meio dos envelopes, não há nenhum problema. Este não será o único meio a partir de agora, mas uma alternativa, especialmente para as novas gerações conectadas”, conclui.

Para se cadastrar, é preciso criar um novo usuário na tela inicial do aplicativo, informando o endereço de e-mail vinculado ao cadastro de secretaria de sua igreja local. Se houver dificuldades nesta etapa, é preciso entrar em contato com a secretaria e atualizar seus dados antes de prosseguir. Quem não faz parte do rol de fiéis da Igreja Adventista, mas tem o desejo de ofertar ou dizimar, poderá fazê-lo por meio das credenciais do Google ou Facebook.

O sistema do 7 Me não é inédito. Além da sede sul-americana adventista, outras três regiões administrativas (nos Estados Unidos, na África e na Oceania) já tem utilizado formas digitais para entregar ofertas e dízimos.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox