Notícias Adventistas

Adventistas se posicionam sobre legalização das drogas

O uso de drogas ilícitas ainda é proibido em muitos países. Como os adventistas oficialmente veem essa questão.

15 de maio de 2015
No vídeo, efeitos da maconha, por exemplo, são apresentados conforme evidências científicas

No vídeo, efeitos da maconha, por exemplo, são apresentados conforme evidências científicas

Brasília, DF … [ASN] Foi divulgado nessa sexta-feira, 15 de maio, mais um episódio da série de vídeos sobre o posicionamento da Igreja Adventista a respeito de assuntos em geral e crenças. No Falando de Esperança, apresentado pelo pastor Erton Köhler, líder sul-americano adventista, ele ressalta que “compreendemos que não devemos ingerir substâncias que comprovadamente nos fazem mal, sejam alimentos, remédios e drogas lícitas ou ilícitas”.

É importante ressaltar que a Igreja não possui ainda um posicionamento específico sobre o uso medicinal de substâncias presentes nas chamadas drogas ilícitas (como tem sido noticiado a respeito do canabidiol). O assunto tratado nesse episódio é referente a atos governamentais para tornar legais drogas hoje consideradas ilegais por conta dos seus comprovados efeitos nocivos para o organismo humano. Na avaliação dos adventistas, o que causa mal ao corpo também pode afetar psicologicamente e, inclusive, ter repercussão para o próprio relacionamento com Deus que se dá por meio de uma mente sadia. [Equipe ASN, da redação]

Saiba mais:

Erva medicinal?

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox