Notícias Adventistas

Mais de mil aventureiros acampam no litoral do Rio Grande do Sul

Concurso de música, concurso de oratória e o Chef Kids fizeram parte da programação do fim de semana

Por Emanuele Fonseca 5 de novembro de 2019

Ganhadores do concurso “Chefe Kids”.

 

Barraca, lanterna, saco de dormir, agasalho e diversão. Tudo isso fez parte do último fim de semana para mais de mil aventureiros. O evento chamado “Aventuri” aconteceu na cidade de Tramandaí, entre os dias 1 á 3 de novembro.

O Clube de Aventureiros é uma iniciativa internacional de lazer e atividades para crianças de 6 a 9 anos, idealizado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. Seu objetivo é auxiliar pais, mães ou responsáveis na tarefa de desenvolver os aspectos físico, mental, espiritual e social dos pequenos.

Entre as atividades propostas foi realizado um concurso de música, concurso de oratória e o chef kids, no qual os pequenos prepararam, com o auxílio de um adulto, uma receita doce ou salgada. Todos os envolvidos receberam prêmios, desde o troféu de participação, até o de conquista de primeiro lugar.

Pr. Douglas Pino, líder responsável pelos Clubes de Aventureiros da parte sul do estado, conta que trabalha com esse ministério desde os 15 anos e se sente honrado em ver o desenvolvimento das crianças.

“Os aventureiros estão aqui para celebrar aquilo que eles fazem durante todo ano, é o momento de encontro, e principalmente de decisão pra eles. Eles praticam aquilo que aprenderam, mas é o momento aonde de maneira lúdica eles conseguem aprender sobre o amor de Jesus, o sacrifício dele por cada um de nós e também nutrir a breve esperança do seu retorno”, afirma Pino.

Foram 43 clubes acampados nos pavilhões da festa do peixe de Tramandaí, 1.150 pessoas presentes e 18 batismos. Dentre eles, o da aventureira Isabele Figueiredo, 8 anos, que provou que idade não é desculpa para tomar decisões importantes. “Amei as brincadeiras e participar da oratória, me sinto muito bem, meu sonho era me batizar aqui no Aventuri”.

O prefeito de Tramandaí, Luiz Carlos Gauto, juntamente com a primeira Dama Lu Gauto, marcaram presença no evento no domingo a tarde. Acompanharam algumas atividades e apreciaram a ênfase física, mental e espiritual, afirmando que isso é importante para a formação de bons cidadãos.

O grupo arteviva que se apresenta por todo Brasil através de fantoches, também esteve presente. Ao longo da programação eram feitas dramatizações sobre o tema principal: História sem fim, inspirado no livro “História da Redenção” da autora Ellen White, onde é abordado o surgimento do pecado no céu, até a volta de Jesus e a eternidade.

Não somente as crianças participam dos eventos, também seus pais e/ou responsáveis podem ser aventureiros junto com os filhos, como por exemplo Veralucia da Silva, mãe de aventureiro e atualmente diretora do clube Pequenos de Órion:

“Quando a gente é mãe, a gente vira aventureira junto com os filhos. São momentos assim que a gente vê, que o nosso esforço vale a pena porque estamos ensinando o amor de Jesus para eles”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox