Notícias Adventistas

Infantil

Igreja no Sudeste lança guia para professores trabalharem com crianças autistas na Escola Sabatina

O material inédito é destinado para líderes que cuidam de unidades de ação da Escola Sabatina com crianças de 0 a 12 anos


  • Compartilhar:
crianças autistas
Líderes do Ministério da Criança e do Adolescente do RJ, ES e MG participaram do lançamento do livro em agosto. (Foto: Paulo Donna)

Em agosto, a Igreja Adventista para os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais lançou um guia para professores trabalharem com crianças autistas na Escola Sabatina. O material, que será disponibilizado impresso e gratuitamente para as igrejas da região sudeste em 2023, é o primeiro a ser produzido pela igreja no Brasil e abrange conteúdos que atingirão crianças de 0 a 12 anos.

O guia traz sugestões práticas para lidar com as crianças e ajudá-las no processo de aprendizagem sobre o amor de Deus.  O conteúdo selecionou dez tópicos sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA) e trabalhou dicas para os professores conduzirem o processo com os pequenos e os pais.

Leia também:

Ainda faz parte do conteúdo uma palestra que pode ser acessada através de um QRCode contido no livro e treinamentos que acontecerão no próximo ano, durante eventos periódicos na igreja, conhecidos como trimestrais.

crianças autistas
Professora Suzete seguro o guia que será distribuído gratuitamente para professores da Escola Sabatina em 2023 no sudeste. (Foto: Paulo Donna)

A organizadora do projeto e uma das autoras, a professora Suzete Águas, destaca que o objetivo é fazer com que as crianças interajam e aprendam mais profundamente sobre Deus. “A ideia é evitar que elas tenham medo e ajudá-las a ter confiança, fazendo com que ela vá a igreja aprender efetivamente sobre os valores bíblicos e a fazer conexão com o Céu”, explica, que é líder dos Ministérios da Criança e dos Adolescentes da Igreja Adventista para Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. Ela também é Doutora em Distúrbios de Desenvolvimento pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Além da professora e doutora Suzete Águas, o conteúdo tem autoria da Doutora em Psicologia Escolar pela Universidade de São Paulo, Edna Rosa Correia Neves e da professora Aline França, que é psicopedagoga e Mestre em Diversidade e Inclusão. O apoio é do Ministério da Criança e do Adolescente da Igreja Adventista na América do Sul, por meio da professora Gláucia Korkischko. Colaboram também as dez líderes das mesmas áreas dos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais.

crianças autistas
Capa do guia para professores. (Foto: USEB)

Conheça mais

As sugestões apresentadas no guia para professores são orientações que podem promover sentimento de maior acolhimento nos alunos e, ao mesmo tempo, potencializar o desenvolvimento cognitivo. Confira algumas sugestões práticas dadas no livro:

1. Tenha uma comunicação objetiva, de preferência ilustre o objetivo pretendido utilizando cartazes ou desenhos.

2. Evite atividades muito longas.

3. Adapte a linguagem da lição à atividades curtas e com pouco barulho.

 4. Proponha atividades baseadas no interesse dos alunos.

5. Explore momentos ou situações em que as crianças possam fazer atividades práticas e concretas.

6. Explore o cotidiano.

 7. Proponha pequenas tarefas diversificadas (atividades), mas sempre com prazos curtos para execução.

8. Utilize abordagens sensoriais.

9. Trabalhe com reforço positivo, incentive sempre as crianças para que participem e finalizem as atividades propostas.

10. Proponha jogos e brincadeiras para aumentar o engajamento e envolvimento das crianças nas atividades de aprendizagem.

Confira palestra que está disponível no conteúdo: