Notícias Adventistas

Escola Cristã de Férias conduz crianças não adventistas ao Clube de Aventureiros e Desbravadores

Neste ano, a Escola Cristã de Férias alcançou mais de 1.200 crianças de forma online

Por Evellin Fagundes 21 de julho de 2021

Em suas próprias casas ou em grupos pequenos, as crianças acompanharam os 5 dias de atividades online da Escola Cristã de Férias no sul da Bahia. (Imagem: reprodução)

Durante o período letivo, as crianças se mantêm ocupadas com as atividades escolares, que neste contexto de pandemia têm sido realizadas, em sua maioria, de forma online. Com a chegada das férias, tendo mais tempo livre, talvez a preocupação dos pais e responsáveis tenha sido em como entreter os pequeninos com segurança. Uma alternativa foi apresentada pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, com o programa Escola Cristã de Férias – ECF-, realizado há anos e, desta vez, adaptado para o formato online também. A ECF tem o objetivo de, por meio de atividades atrativas e instrutivas, levar o Evangelho às crianças.

No sul da Bahia, as lives do projeto aconteceram nas tardes de 12 a 16 de julho e foram coordenadas pelo Ministério da Criança. O tema abordado nestes dias foi “Vida Selvagem” e as lições que as crianças podem aprender com os animais. Para a líder deste Ministério na região, Mônica Noya, a Escola Cristã de Férias proporcionou às crianças a opção virtual de forma bem atrativa. “Elas podiam interagir de forma dinâmica com os desafios, com o quadro “O que é o que?” e momentos de arte e culinária, tudo isso sem deixar de lado nenhuma das atividades que o projeto propõe quando realizado de forma presencial”, disse.

No total, mais de 1.200 crianças acompanharam o programa. Na maior parte da região, as crianças assistiram em suas próprias casas. Em algumas cidades, elas puderam se reunir na igreja, como em Tancredo Neves, por exemplo, onde 28 crianças não adventistas participaram assiduamente. A proposta da Escola é que seja o início de uma jornada de aprendizagem sobre a Bíblia. “Todas essas crianças que tiveram contato primário com a ECF estarão sendo acompanhadas pelos professores que estiveram com elas no movimento, e vão conduzi-las à Escola Sabatina, Clube de Aventureiros ou Desbravadores, com o intuito de se tornarem cada vez mais amigas de Jesus”, explicou Mônica.

Paulo César e sua mãe realizando a atividade da “girafa”. (Imagem: reprodução)

Paulo César Filho tem 5 anos e ficou muito animado em assistir e fazer as atividades da ECF. “Eu aprendi as histórias da Bíblia, aprendi a cuidar dos animais, a comer mais folhas e frutas, a fazer picolé de frutas. Aprendi muita coisa!”, contou. Para sua mãe, Luana Barbosa, que o acompanhou em todas as atividades, foram dias especiais. “Amei a abordagem. Mesmo sendo online, foi muito dinâmico. Não foi cansativo, pelo contrário, o programa foi muito bem executado, envolvendo as crianças e os pais”, relatou.

 

 

Acompanhe toda a programação online da Escola Cristã de Férias do sul da Bahia:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox