Notícias Adventistas

Curso ensina líderes sobre proteção de crianças e adolescentes

Iniciativa para ajudar quem trabalha com crianças e adolescentes foi por meio de capacitação organizada pelo Ministério dos Desbravadores e Aventureiros.

Por Felipe Lemos 9 de junho de 2020

O advogado Augusto Rocha foi quem gravou o material para os líderes. (Foto: Reprodução)

Uma iniciativa inédita do Ministério de Desbravadores e Aventureiros da Igreja Adventista do Sétimo Dia já capacitou, desde o início de março, mais de 10 mil líderes sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), legislação de 1990. Durante a quarentena, o departamento, que coordena o trabalho de mais de 12 mil clubes de desbravadores (10 a 15 anos) e mais de 7.800 clubes voltados aos aventureiros (6 a 9 anos) em oito países sul-americanos, tem disponibilizado o curso em oito módulos, totalmente on-line. O ECA é um conjunto de normas que trata da proteção integral dos direitos da criança.

O curso atende a uma preocupação crescente mundial em relação aos cuidados e prevenção de abusos cometidos contra este grupo. A ideia foi a de proporcionar, em uma linguagem compreensível, conhecimento sobre pontos específicos da legislação. Tudo para que os diretores e liderança em geral dos clubes, no Brasil, possam atuar com uma noção ainda maior da sua responsabilidade. O diretor sul-americano do Ministério dos Desbravadores e Aventureiros, Udolcy Zukowski, explica que já há planos para iniciar em breve um curso igual no Chile e posteriormente em outros países sul-americanos.

Ferramenta educacional

O instrutor do curso, o advogado Augusto Rocha, ressalta que a abordagem sobre o ECA procurou levar os líderes a entender que é preciso favorecer o desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes no trabalho por meio dos clubes. Ele enxerga a capacitação on-line como uma ferramenta educacional e que permitirá aos participantes se aprofundar em temos do cotidiano dos desbravadores e aventureiros.

A percepção da farmacêutica Roseane Santos Souza, a respeito do curso, foi muito positiva. Ela mora na cidade de Itajuípe, Bahia, e é diretora do clube Cactos, com cerca de 23 desbravadores. “Achei muito interessante o curso, pois havia coisas que nem eu mesma sabia. É importante o trabalho de formar crianças e adolescentes com valores morais e espirituais, apoiar crianças e adolescentes no que for preciso e ensiná-los a maneira correta de convivência popular e familiar”, afirma.

Na avaliação de Sheila Belmont, do clube de desbravadores Delta, em Belém, Pará, “entendermos sobre o ECA é de extrema importância para todos nós que trabalhamos com crianças e adolescentes, pois em algumas  situações, sem sabermos, podemos estar agindo errado, por isso temos de entender como devemos nos conduzir em certos momentos”.

Segundo Rodrigo Dias Dorval, webmaster do Sistema do Gerenciamento de Clubes (plataforma utilizada para o curso), pelo menos 6.832 já finalizaram o curso e emitiram seu certificado on-line.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox