Notícias Adventistas

Adolescentes e crianças são motivadas a cumprir desafios solidários durante a Semana Santa

Em algumas regiões a programação que ocorreria de forma presencial foi adaptada para o virtual, cumprindo os decretos expedidos. Desafios diários são publicados na página oficial do Instagram da base kids e base teen.

Por Pollyana Trindade 30 de março de 2021

Convite preparado de forma especial, acompanhado de um pão (Foto: Colaboração)

Desde o convite acompanhado por um singelo presente até a programação transmitida de forma virtual, adolescentes e crianças em toda Bahia e Sergipe tem sido motivada a cumprir desafios diários que fazem parte da Semana Santa online. Prezando pela segurança de todos os participantes, e cumprindo os decretos de cada região, a programação está acontecendo de forma virtual desde o dia 27 de março a e seguirá até o dia 03 de abril. A transmissão acontece no canal oficial dos Adventistas Bahia e Sergipe no Youtube. Para atender os dois públicos o horário foi dividido da seguinte forma: às 07:00h da manhã acontece a programação para crianças, incentivando assim o culto familiar, o programa é apresentado pelas líderes regionais da União Leste Brasileira. A noite no horário das 20:30h é transmitido também no mesmo canal, a programação para os adolescentes, com a apresentação da Eliane Lopes, líder do Ministério da Criança e Ministério do Adolescente para baianos e sergipanos, e do pastor Eduardo Batista, líder do Ministério Jovem para a Bahia e Sergipe.

Os desafios são postados diariamente nos perfis oficiais do Instagram da Base Life Teen e Base Life Kids. Em formato de gincana as crianças tem atividades para desenvolver que envolvem enviar áudio com versos bíblicos para um amigo, ajudar nas tarefas de casa, orar e enviar cartas aos amigos, confeccionar uma cruz de papelão para colar pedidos de oração e agradecimentos e várias outras atividades. Já os desafios para os adolescentes envolvem presentear uma família com cesta básica, realizar atividades físicas, enviar mensagens de conforto a amigos, entre outros.

Os materiais de apoio podem ser encontrados no site da União Leste, da Divisão Sul-Americana.

Jey Reis e Ana Carolina também estão envolvidas na Semana Santa para adolescentes (Foto: Reprodução)

 

Confira agora a entrevista com a líder dos dois ministérios, Eliane Lopes:

Pollyana Trindade – Qual o maior desafio de fazer de fazer uma Semana de Oração virtual, para públicos tão distintos?

Eliane Lopes – Eu acredito que o maior desafio para realizar uma semana virtual para as crianças é fazer com que a família se envolva. Porque se a família não estiver envolvida a gente não consegue que a criança participe, a criança precisa ter materiais específicos, precisa de um equipamento que ela não possui, de uma orientação dos pais. Precisa até mesmo que os pais lembrem, que os pais incentivem, então esse seria o maior desafio para nós, o envolvimento da família. Já para os adolescentes o nosso maior desafio é que esse programa seja atrativo para esse tipo de público, porque ele não precisa mais nessa faixa etária de um envolvimento tão intenso dos pais. Claro que é necessário que como pais temos o dever de orientar eternamente, em todas as faixas etária, temos que orientar, cuidar e guiar os nossos filhos. Porém, não faixa etária do adolescente para que ele assista um programa virtual ele já possui as ferramentas, já tem autonomia para assistir e não precisa de tantos materiais específicos. Para adolescentes o nosso maior desafio realmente é que o programa seja atrativo.

 

Pollyana Trindade – Qual a expectativa de envolvimento das crianças e adolescentes durante a programação da Semana Santa?

Eliane Lopes – A nossa expectativa é que eles tenham realmente um momento de estudo da palavra de Deus, um envolvimento com o tema da Semana Santa que é Restaurados. Porque tanto crianças quanto adolescentes também têm sofrido muito com a pandemia, principalmente em relação às aulas que eles têm tido um prejuízo muito alto, onde deixaram de ter aquele convívio próximo com os colegas, com os professores, e tem sofrido também com as pressões que a família absorve com o desemprego, com as tensões sociais. Então temos um público que realmente tem sofrido, e precisa de restauração. Por isso a ideia é que eles passam a ser verdadeiramente restaurados.

 

Pollyana Trindade – Sobre os desafios diários, qual o principal objetivo?

Eliane Lopes – Nosso objetivo com a gincana e os desafios em todos os seus aspectos é de restaurar. Que sejam restaurados os aspectos físico, social e emociona. Por isso os desafios têm objetivos e formas de alcançar todas essas áreas. Diariamente eles precisarão exercer a solidariedade, exercer o convívio familiar, a saúde emocional e se exercitar. Porque Cristo está preocupado com o ser humano e interessado nele com um todo. Então o envolvimento deles os tornam em agentes condutores da Palavra e do evangelho, e solidários com o próximo.

 

Pollyana Trindade – Como líder e como mãe, qual sua mensagem você poderia deixar para os envolvidos nessa Semana de Oração?

Eliane Lopes – Essa Semana Santa com o tema Restaurados, traz para nós a maior história de amor que o mundo já viu, que é o amor de Cristo por nós! Como mãe e como líder de uma nova geração que cresce em nosso meio, o meu maior desejo é que cada um deles sinta esse amor de Jesus, viva por esse amor de Cristo, sorria por esse amor de Cristo, porque quando nós permitimos que Cristo viva em nós, quando nós aceitamos o sacrifício dele, nós verdadeiramente temos paz. A gente tem uma vida mais feliz e pode sorrir mesmo em meio a dor. Podemos ter a certeza de que Cristo tem cuidado de nós. Então eu não posso ter desejo e aspiração maior do que perceber que as nossas crianças e os nossos adolescentes conheceram a Cristo.

Larissa Lopes e Jey Reis vestem a camisa com o tema da Semana Santa deste ano. (Foto: Reprodução)

 

O pastor Anessandro foi até o vilarejo de Água Vermelha para batizar Kevely Hilary, Daniel Santos, Keven dos Santos e Samuel da Paixão. (Foto: Colaboração)

Eliane conta ainda, que parte desse movimento evangelístico através das crianças e adolescente já está sendo colhido. No vilarejo de Água Vermelha próximo a Tancredo Neves, no interior da Bahia, quatro crianças decidiram se batizar após começar a assistir a Semana Santa virtual. Outra ação que marcou a liderança envolvida, foi a iniciativa de Jamili Ramos de Itabuna no sul da Bahia. Ela compartilhou o link da transmissão da Semana Santa com o grupo de mães da escola municipal onde o filho estuda, e cerca de 20 mães solicitaram o material de apoio para acompanharem a programação com seus filhos em casa.

 

 

Algumas das ações você confere aqui na galeria:

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox