Notícias Adventistas

Igreja se torna ponto de distribuição de cestas básicas da Central Única das Favelas

Igreja Adventista na zona norte de Aracaju faz parceria com a Central Única das Favelas de Sergipe, assiste famílias com cestas básicas e presenteia comunidade com a literatura "Esperança Além da Crise", no Dia Nacional do Livro.

Por Luciana Santana Diniz 23 de abril de 2021

Parceria da Central Única das Favelas de Sergipe com a ASA atende comunidade (foto: divulgação)

Segundo um estudo realizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, 116,8 milhões de pessoas estão em situação de insegurança alimentar no Brasil. Pensando em atender a comunidade, a Igreja Adventista, na zona norte de Aracaju-SE, em parceria com a Central Única das Favelas de Sergipe, a Cufa, doou alimentos e presenteou com a literatura “Esperança Além da Crise” famílias de baixa renda. 40 cestas básicas foram distribuídas nesta sexta-feira, 23 de abril. Os cadastros aconteceram previamente e as entregas dos alimentos serão realizadas 1 vez ao mês, na Igreja Adventista do bairro Industrial, com o apoio da Ação Solidária Adventista, a ASA.

40 famílias são beneficiadas com cestas básicas (foto: divulgação)

A líder da ASA da Igreja do Bairro Industrial, Ana Lúcia Viera, tem buscado parcerias com instituições para intensificar as doações de cestas básicas na região. Durante a semana, ouviu o anúncio em uma rádio sobre o trabalho social realizado pela Cufa, entrou em contato com a direção e solicitou a visita da equipe em seu bairro. “Entrei em contato com a diretora da Cufa e em uma semana eles já estavam aqui em nossa igreja realizando a distribuição de alimentos. Uma parceria que abençoou 40 famílias, e que com certeza abençoará mais pessoas necessitadas. A união entre as entidades neste momento é muito importante. O prédio do nosso templo que alimenta as pessoas espiritualmente se tornou um ponto de alimento físico para a comunidade. Estamos fazendo o que Jesus fazia, atendendo os que precisam espiritualmente e fisicamente também”, enfatiza.

Eliana afirma que a cesta básica irá complementar a alimentação da sua família (foto: divulgação)

Eliana da Silva, é diarista e mãe tem 5 filhos. Com a redução das diárias por conta do distanciamento social, as dificuldades financeiras intensificaram e a doação da cesta básica veio no momento certo. “Com a pandemia, muitas famílias que eu presto meu serviço têm medo de receber pessoas de fora por conta da contaminação do coronavírus, e outras também estão reduzindo os gastos. Tudo isso afetou muito minha renda mensal. Fiz o meu cadastro aqui na igreja, e a doação veio na hora certa”, diz.

“Esperança Além da Crise” 

Além das cestas básicas, no Dia Nacional do Livro, as famílias foram presenteadas com a literatura “Esperança Além da Crise”.  “Percebemos que a crise não é apenas física, é emocional e espiritual também, por isso, junto com o alimento, estamos presenteando as famílias com um livro que trará respostas para acalmar os corações, neste momento de crise que estamos vivendo!”, finaliza o pastor da igreja local, Nailson Diniz.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox