Notícias Adventistas

Estrutura da ADRA Brasília acolherá 60 mil jovens em projetos sociais

Posto oferecerá cursos profissionalizantes, atendimento psicossocial, estrutura de tecnologia e inovação, espaço de lazer, entre outras atividades

Por Rafael Brondani 17 de agosto de 2021

Núcleo vai atender cerca de 60 mil jovens, em diversos projetos sociais. (Foto: Agência Brasília)

Com mais de 280 mil habitantes, sendo a quarta Região Administrativa mais populosa do Distrito Federal, Samambaia possui muitos desafios socioeconômicos. A falta de qualificação e emprego refletem diretamente nas famílias que vivem na localidade.

Para amenizar a gravidade desse cenário, o Núcleo da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) ampliou seu espaço na região e vai sediar o Centro de Juventude, que acolherá mais de 60 mil jovens entre 15 e 29 anos. A ação tem parceria com o Governo do Distrito Federal e a secretaria da Juventude do DF.

O líder da ADRA Brasília, Jeconias Neto, destaca que uma das responsabilidades da agência será gerenciar as políticas públicas de atendimento à juventude, oferecendo cursos profissionalizantes, atendimento psicossocial, espaço de lazer, um ambiente de desenvolvimento, além de uma estrutura de tecnologia e inovação”, explica.

Dia Internacional da Juventude

Na última quinta-feira (12), foi comemorado o Dia Internacional da Juventude. Na ocasião, diversas autoridades conheceram o espaço. Um ônibus do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) também compareceu e realizou a inscrição de jovens interessados em cursos profissionalizantes. O veículo da Secretaria de Ciência e Tecnologia também esteve no local para apresentar o projeto Reciclotech.

Quem passou por lá também obteve informações sobre o Cadastro Único (CadÚnico) voltado a pessoas em vulnerabilidade, além do programa ID Jovem, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Jeconias Neto afirma que o projeto é a realização de um sonho e a demonstração da responsabilidade que a agência tem com a sociedade e, principalmente, com os jovens, que nesse momento passam por grandes desafios. “A juventude tem sido alvo do maior índice de desemprego, homicídios, uso de drogas e entorpecentes e desistência escolar, e nós queremos trabalhar para mudar essa realidade em conjunto com as secretarias e com o governo do Distrito Federal”, conclui o líder.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox