Notícias Adventistas

Voluntários dedicam noite de sábado para ajudar moradores de rua

Adventistas de Curitiba preparam em média 100 refeições para serem entregues a desabrigados.

25 de maio de 2015
A ação realizada desde março deste ano, acontece quinzenalmente em pontos principais de Curitiba

A ação realizada desde março deste ano, acontece quinzenalmente em pontos principais de Curitiba

Curitiba, PR… [ASN] Sábado à noite normalmente é o momento de sair com a família, assistir a um filme entre amigos, passear ou simplesmente descansar em casa. Entretanto, para os fiéis da igreja adventista Eucaliptos, em Fazenda Rio Grande, sábado à noite é sinônimo de atender quem precisa. Desde março deste ano, os voluntários se comprometeram, quinzenalmente, a entregar roupas e marmitas aos moradores de rua. O trabalho não se limita apenas no dia da ajuda, e sim no processo de arrecadação de alimentos, preparação da comida e organização para as entregas.

Katia Moro, líder do grupo, conta que a igreja se mobiliza toda semana para arrecadar alimentos e roupas, além das embalagens para montar a marmita. “Nossa igreja é pequena, então não temos recursos, por isso fomos atrás de tudo. Graças a Deus conseguimos também uma parceria recentemente que fornecerá toda a parte de verdura para melhorarmos a janta que fazemos”, declara Katia.

Depois de arrecadados os alimentos, três cozinheiras voluntárias preparam o jantar que normalmente é composto de arroz, feijão, macarrão ou polenta. Em média, cem marmitas são entregues por ação, em três pontos principais de Curitiba – Vila Lindóia, Praça Tiradentes e rodoviária.

Em média, 100 marmitas são entregues em cada ação.

Em média, 100 marmitas são entregues em cada ação.

Muito mais do que o alimento ou roupas, os fiéis doam seu tempo e carinho aos necessitados, já que Katia ressalta que a oportunidade de fazer a diferença é única. “A urgência é muito grande! Três pessoas que atendemos em alguma oportunidade, na próxima visita que fizemos já estavam mortas, e isso é muito triste. Nós abraçamos, oramos; eles querem contato, porque segundo eles comida  dão um jeito de conseguir. Muitas pessoas que atendemos são fixas, já nos conhecem e esperam por nós”, comenta Katia.

Além do alimento físico, o grupo também leva o alimento espiritual. Depois do contato e amizade que construíram com os moradores de rua, a ideia é que nas próximas visitas o evangelismo com essas pessoas seja intensificado. Agora, os voluntários vão em busca de Bíblias e estudos bíblicos para serem entregues.

“O que estimula o grupo a fazer este trabalho é seguir os passos de Jesus. Nosso foco é ajudar e mostrar Jesus a essas pessoas. Como está escrito na Bíblia devemos ir e pregar o evangelho, e temos que fazer isso na prática”, conclui Katia. [Equipe ASN, Jéssica Guidolin]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox