Notícias Adventistas

Para arrecadar alimentos para o Mutirão de Natal jovens promovem rapel solidário em Natal

23 de dezembro de 2014

Natal,RN…[ASN] Pelo segundo ano consecutivo, um grupo de amigos rapeleiros, como são conhecidas as pessoas que praticam o rapel, esporte em que se usam cordas e equipamentos para descer de lugares altos, como morros, pontes e prédios, promoveu um dia de aventuras radicais em prol do Projeto Mutirão de Natal, no último domingo (21), na capital potiguar.

O local foi o mesmo do ano passado, na Ponte Newton Navarro, na Praia do Forte, pois aos domingos, existe um tráfego maior de banhista, esportistas e turistas na região, que é cartão postal da cidade.

O Rapel solidário teve o objetivo de arrecadar alimentos e brinquedos para as famílias carentes da cidade. O evento foi divulgado em diversas redes sociais e pela imprensa o que proporcionou um maior número de aventureiros e expectadores. Quem se arriscou na emoção pelas cordas, doou em troca 1 quilo de alimento.  Os aventureiros de plantão puderam sentir a adrenalina à flor da pele ao desceram a ponte. Todos os procedimentos estavam sob a orientação dos instrutores da GOPE Aventuras e voluntários nesse projeto.

Teve gente que provou e aprovou o esporte. Foi o caso do Vanderson Lima, ele disse “adorei a emoção da descida, mas gostei ainda mais de poder contribuir com o natal de uma família”.  Declarou o jovem de 25 anos que após a experiência ainda ficou observando os demais corajosos.

Com as doações nas mãos os aventureiros faziam fila para o momento radical

Com as doações nas mãos os aventureiros faziam fila para o momento radical

O rapel pode ser praticado por qualquer pessoa, desde que não possua histórico médico de epilepsia ou problemas cardíacos. A idade mínima para participar da aventura é de oito anos, mas devidamente autorizada pelo responsável.

Veja a matéria de divulgação pela Inter TV Cabugi, afiliada Rede Globo de Natal.

Acesse: http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/bom-dia-rn/videos/t/edicoes/v/iniciativa-de-grupo-de-rapel-une-esporte-e-solidariedade/3847252/

Erinaldo Costa, gerente da ADRA Brasil – Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais, regional Nordeste, esteve no local para conferir de perto o dia de voluntariado radical e coordenar a parte de logística da entrega da arrecadação. Para ele, não só a ADRA agradece, “mas as comunidades que terão um jantar diferente na noite de 24 de dezembro”. Ressaltou. Erinaldo coordena o projeto Mutirão de Natal há 11 anos no Rio Grande do Norte e Paraíba.

Acompanhe o movimento das arrecadações e entregas de cestas básicas do Mutirão de Natal, em nossas redes sociais. [Equipe ASN, Andréa Figueiró]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox