Notícias Adventistas

Mulher presencia batismo de marido, após 11 anos de oração

Membros do Norte de RO e AC concentram ações dos 10 Dias de Oração fora de suas igrejas

29 de fevereiro de 2016
Só no semáforo de Porto Velho (RO), 128 pedidos de oração foram anotados em uma hora

Só no semáforo de Porto Velho (RO), 128 pedidos de oração foram anotados em uma hora

Rio Branco, AC …[ASN] Depois de receber o convite de uma vizinha adventista para ir à igreja, Linaura Souza recebeu estudo bíblico junto com o seu filho mais velho e os dois foram batizados.

Mas a luta da dona de casa só estava começando. Há 11 anos, desde de quando decidiu seguir os ensinamentos da Bíblia, ela orava pelo esposo, que participava dos estudos, mas não se decidia. “Ele concordava com tudo, mas, quando chegava na parte do batismo, ele não aceitava”, relembra Linaura.

No Impacto Rio Branco, que aconteceu em outubro do ano passado, Linaura e sua família participaram das pregações em sua igreja por quase um mês. “Meu esposo foi algumas vezes e, para minha surpresa, aceitou o apelo. Ele recebeu a visita do pastor e no dia do fechamento do Impacto ele foi batizado. Eu nem conseguia acreditar”, emociona-se.

Compreendendo a dimensão da oração, como na vida desta dona de casa, milhares de adventistas no Norte de Rondônia e Acre também experimentaram esse poder de forma mais constante nos 10 Dias de Oração e 10 horas de Jejum, que aconteceu de 18 a 27 de fevereiro.

Para esses dias, os membros da Igreja Adventista montaram tendas de oração nos bairros e locais estratégicos para atender o maior número de pessoas. Em alguns lugares, além da oração, os passantes também recebiam chás e literaturas com conteúdo sobre esperança. Na Associação Amazônia Ocidental funcionários também participaram desse projeto com um espaço reservado para orações durante o dia e uma Santa Ceia no 10º dia.

Segundo a responsável pelo projeto, Neusa Santos, líder do Ministério da Mulher da Igreja Adventista para o Norte de RO e AC (Associação Amazônia Ocidental), as ações tiveram um alcance positivo. “Todas as regiões tiveram uma participação pela manhã, na madrugada ou à noite durante esses dias. O diferencial deste ano foi os membros saírem das igrejas, pois armaram tendas em frente aos hospitais, aeroportos, parques e pit stop no semáforo, o que proporcionou uma grande dimensão do projeto. Outra ação distinta foi realizada em Guarajá-Mirim, na qual as mulheres saíram nas casas orando pelas pessoas”, exemplifica. [Equipe ASN, Vanessa Lemes]

Veja como foram as ações dos membros no Norte de Rondônia e Acre:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox