Notícias Adventistas

Mais de sete mil crianças estão cadastradas para adoção no país

A média no cadastro nacional é de cinco pretendentes para cada criança disponível para adoção.

25 de maio de 2017

Patrícia e Walney um casal que optou pela adoção.

Manaus, AM … [ASN] Um pequeno diário, e nele relatos de cada etapa de um sonho que Patrícia Jacinto não sabiam a data exata que iria se realizar. Já estava há mais de 10 anos casada e seu maior sonho era ser mãe, e desde que ela e seu esposo, Walney Jacinto, tomaram a decisão pela adoção, ela passou a relatar cada detalhe desta jornada. “Neste diário gestacional, eu escrevia diariamente passo por passo de toda a etapa que envolve os procedimentos para a adoção. Eu não sabia quando exatamente iria ver o rostinho do meu filho (a), mas o coração já transbordava de amor, por alguém que eu nem sequer conhecia”, sorri.

Hoje, o pequeno Gabriel tem 7 anos, e desde bebê os pais já conversam com o filho que ele chegou na família de uma forma muito especial e que ele é um presente. “Quando eu o vi pela primeira vez, meu coração disparou e eu senti naquele momento que a maternidade é algo que realmente nasce no coração, não existe outra explicação”, completa.

Patrícia e Walney fazem parte do grupo de famílias que optaram por serem pais do coração. Segundo o Cadastro Nacional de Adoção (CNA), do Conselho Nacional de Justiça, tem cerca de 7.200 crianças cadastradas para adoção no país. Pesquisas no Brasil apontam que tem mais interessados em adotar do que crianças e adolescentes disponíveis para adoção. O maior problema é que nem sempre as crianças se encaixam no perfil desejado dos adotantes.

Segundo o advogado geral para a região Noroeste do país, Israel Araújo, mais de 70% dos casais cadastrados desejam crianças dos olhos claros, da cor branca, que seja saudável e que esteja abaixo de dois anos de idade. E ainda, cerca de 55% destes casais tem preferência por meninas.

No ano de 1996, foi instituído a data de 25 de maio como o dia Nacional da Adoção e aproveitamos para ter um bate-papo com famílias, advogado, e psicóloga sobre o tema da adoção e também sobre a maternidade. Confira no vídeo abaixo.

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox