Notícias Adventistas

Jovens trocam conforto das férias para se dedicarem em serviços missionários

Este ano o programa incentivou os jovens a imergir em uma cultura diferente para trabalhar pela comunidade

Por Gabriela Porto 24 de julho de 2019

Falar em desafio é chamar jovens para ação, e é com esse propósito que esse ano o lema: “Sair da zona de conforto”, foi bem pregado pelos jovens adventistas do estado do Tocantins. Há vinte dias, mais de mil e seiscentos jovens trocaram suas tão sonhadas férias para levar esperança, solidariedade e amor ao próximo.

Servir como voluntário em uma missão foi o caminho que inúmeros jovens escolheram trilhar nesse mês de julho, o projeto “Missão Calebe” é um programa voluntário de serviço social e evangelístico. E essa foi a experiência adotada pela garotada jovem da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Central de Palmas, que escolheram sair da rotina e encarar uma cultura diferente em uma aldeia indígena.

Localizado a setenta quilômetros ao norte de Palmas-TO, o município de Tocantínia é composto por terras indígenas Xerente e Funil, o território é foco das atenções regionais e nacionais. E foi nesse ambiente que quarenta jovens dedicaram todo seu tempo em um projeto social de revitalização e atendimento das setenta famílias indígenas da aldeia, aproximadamente quatrocentas pessoas. A proposta do projeto era mostrar aos jovens a dessemelhança da realidade em que vivem, além da compreensão de que existem muitas famílias que carecem de esperança e que necessitam de apoios emocionais e financeiros.

“Idealizamos o projeto com o propósito de mostrar que eles são os instrumentos dirigidos por Deus para levar a esperança”, explicou Merieny Karol Ribeiro

“Queremos fortalecer em nossos jovens a conscientização de que existem pessoas com realidades tão distinta deles e que precisam do apoio de cada um que pode ajudar. Idealizamos o projeto com o propósito de mostrar que eles são os instrumentos dirigidos por Deus para levar a esperança. Aqui tivemos a oportunidade de passar um pouco da nossa cultura para os indígenas, assim como, recebemos também a cultura deles. Foi muito marcante”, explicou Merieny Karol Ribeiro, líder da missão

Durante uma semana os jovens tiveram a oportunidade de revitalizar a única escola situada dentro da aldeia, com novas pinturas de paredes, portas e janelas o segundo semestre vai começar cheio de novidades para as turmas do ensino infantil e fundamental. Além da reforma, os Calebes, assim chamados pelo projeto, dividido em equipes, visitaram as famílias e ensinaram princípios bíblicos para toda a comunidade.

“E o que me tocou bastante, é que eu compreendi que o que é pouco para mim é muito para eles. Eles me ensinaram a valorizar tudo aquilo que Deus me deu”, contou Ester Nascimento, voluntária da Missão Calebe

“O que mais me marcou na Missão Calebe foi o simples fato deles mostrarem ser pessoas totalmente diferente do que a gente imaginava. Mostraram ser pessoas humildes, sempre dispostas a ouvir e aprender mais sobre Deus. E o que me tocou bastante, é que eu compreendi que o que é pouco para mim é muito para eles. Eles me ensinaram a valorizar tudo aquilo que Deus me deu. E eu estou muito grata a Deus por essa oportunidade”. Contou Ester Cristina Nascimento, voluntária da Missão Calebe

Denílson Krânipi Xerente, se juntou na forca tarefa e ajudou na reforma.

“Eu sou muito grato a Deus por esse projeto, e por vocês aceitarem o desafio de vir e fazer a diferença para meu povo”, menciona agradecido Krânipi Xerente.

“Eu sou muito grato a Deus por esse projeto, e por vocês aceitarem o desafio de vir e fazer a diferença para meu povo. Mais uma vez muito obrigado pela obra que fizeram em nossa escola e comunidade, estamos felizes e gratos por tudo”,menciona agradecido Krânipi Xerente.

“No sábado, (20), dezoito índios entregaram suas vidas a Cristo através do batismo”

O evento contou com a presença de autoridades da aldeia e toda comunidade.

No sábado, (20), dezoito índios entregaram suas vidas a Cristo através do batismo, e uma das surpresa, foi receber indígenas que somaram força tarefa nos trabalhos, aceitaram o estudo e desceram as águas. A entrega da escola aconteceu no domingo, (21), O evento contou com a presença de autoridades da aldeia e toda comunidade.

 

 

 

 

Abaixo algumas fotos da Missão

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox