Notícias Adventistas

Jovem que contribuiu com Meditação da Mulher morre no dia da publicação de seu texto

Escritora de 38 anos foi vítima de um câncer

Por Tiago Nascimento 26 de fevereiro de 2020


Um desejo de mudar o mundo, o prazer de levar esperança às outras pessoas e o seu amor inabalável por Cristo eram o combustível de uma jovem determinada que deixou marcas na vida de muita gente. Carmen Virginia dos Santos faleceu aos 38 anos, vítima de um câncer. Um dos seus talentos era a escrita. Além de livros publicados, ela também contribuiu com textos para a Meditação da Mulher, compilação de devocionais diários distribuída pela Casa Publicadora Brasileira. O texto escrito por Carmen serviu de inspiração para outras mulheres justamente no dia que ela faleceu, um 26 de fevereiro, conhecido também como quarta de cinzas.

Na reflexão escrita por Carmen para a Meditação da Mulher deste ano é contada a experiência que ela viveu no período que estava no início da adoção da dieta vegetariana. Ela havia saído de casa sem comer e estava à procura de alguma opção de alimento sem carne, até então, sem sucesso. Após uma oração, ela conseguiu comprar milho – e pediu, por impulso, duas porções. No caminho para a estação de metrô, ela se indagava da necessidade de ter pedido duas porções, uma vez que apenas uma porção já a deixaria satisfeita. Ao embarcar no metrô, outro jovem que saía do trabalho perguntou onde ela havia comprado o milho. Foi então que ela dividiu a refeição com aquele desconhecido.

Graduada em linguística e ensino, Carmem trabalhava como agente de saúde sócio-educacional. Ela era uma daquelas pessoas inquietas e cheia de sonhos, como o de escrever um livro – objetivo alcançado há alguns meses. No livro Íntima com Deus, Carmen retratou o que significa ter Deus como centro da própria vida no livro. Para isso, usou histórias pessoais.

 

Envolvimento com a Igreja

Como adventista do sétimo dia, ela foi uma fiel de voz ativa e participativa das atividades do templo localizado no bairro de Mustardinha, em Recife-PE. Trabalhava principalmente com os Jovens, o clube de desbravadores e o clube de aventureiros. Serviu como coordenadora regional de jovens, auxiliando nos projetos e ações realizadas pela sede administrativa da Igreja no estado de Pernambuco (Associação Pernambucana – APe). Não apenas as pessoas do templo em que frequentava, como também a liderança da Igreja Adventista na região, manifestaram pesar pela morte da jovem de 38 anos e exaltaram a dedicação dela, apontando-a como uma inspiração – seja por meio de textos ou outras experiências de vida.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox