Notícias Adventistas

Projeto motiva igreja atuar fora das quatro paredes

A iniciativa ganhou o nome de Comunidade do Amor.

21 de dezembro de 2015
Além do envolvimento na Escola Sabatina, a comunidade do amor também abraçou as ações sociais, como o Mutirão de Natal, por exemplo.

Além do envolvimento na Escola Sabatina, a comunidade do amor também abraçou as ações sociais, como o Mutirão de Natal, por exemplo.

Fazenda Rio Grande, PR… [ASN] Há um ano, Kátia Fernanda Pereira se tornou adventista e depois se mudou de São José dos Pinhais (PR) para Fazenda Rio Grande (PR). Kátia perdeu o marido recentemente em uma tentativa de assalto, na qual foi morto pelos bandidos. Diante da situação, se sentiu muito sozinha e abalada. O consolo ela encontrou ao chegar na igreja, onde foi acolhida e abraçada por um grupo de pessoas denominado “Comunidade do Amor”. “Hoje, tenho uma família”, declara Kátia.

As “comunidades do amor” são formadas por frequentadores da Escola Sabatina, momento promovido pela Igreja Adventista em todo o mundo em que grupos de pessoas se reúnem para aprofundar o estudo da Bíblia baseados por um guia de estudos que tem um tema a cada três meses. A ideia de transformar as unidades da Escola Sabatina da Igreja Adventista Central de Fazenda Rio Grande em “comunidades de amor” foi lançada para os fiéis no começo de 2015 e tinha como objetivo trabalhar a comunhão com Deus, o relacionamento interpessoal e a pregação do evangelho. Esta foi a maneira dinâmica encontrada para que os alunos estudassem mais e fizessem a diferença fora das paredes da igreja. Cada grupo possui um nome, além de uma camiseta que a identifica.

Após um ano inteiro de trabalho e dedicação, os resultados do projeto Comunidade do Amor foram conhecidosNo último sábado (19), aconteceu o Festival das Comunidades do Amor, para que cada uma pudesse compartilhar os resultados e as experiências vividas na iniciativa. Almoços em comunidades, encontros fora da igreja para o estudo da Bíblia, participação em projetos sociais, foram algumas das atividades que ganharam força por conta do projeto e que foram expostas no festival.

Leia também:

“Comunidade do Amor” chega para movimentar Escola Sabatina em Fazenda Rio Grande (PR)

A Comunidade do Amor acolheu Lenice, que hoje também deseja ser ativa na igreja

A Comunidade do Amor acolheu Lenice, que hoje também deseja ser ativa na igreja

Lenice de Oliveira também recebeu o apoio das “comunidades do amor”. A enfermeira conheceu mais sobre Deus e começou a ter estudos bíblicos à distância com um amigo que mora na cidade de Borrazópolis, no Paraná. Para que Lenice fosse encaminhada a uma igreja adventista e tivesse um acompanhamento, o amigo conseguiu um contato de um membro da igreja de Fazenda Rio Grande para poder ajudá-la mais de perto. César Ferreira, professor da Escola Sabatina na comunidade do amor chamada Apocalipse 7, ficou responsável em atendê-la.

Ele, sua esposa, e a comunidade apoiaram Lenice e fizeram com que ela se sentisse em casa. Resultado disso, foi a decisão da enfermeira em entregar sua vida a Jesus e ser batizada no dia do festival. “Eu desejo ajudar nas atividades da igreja, pois a acolhimento que tive aqui, nunca imaginei que poderia encontrar em uma igreja”, afirma Lenice.

O líder local, pastor Sérgio Ramos, comemora os resultados alcançados por meio dessa iniciativa. “Tivemos uma linda festa de louvor e gratidão a Deus. E como pastor, não tenho dúvidas de que vivermos em comunidade de amor, é o sonho de Deus para as nossas igrejas. Foi lindo!”, conclui. [Equipe ASN, Jéssica Guidolin]

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox