Notícias Adventistas

Igreja Central de Florianópolis distribui donativos e amor

23 de dezembro de 2014
natal_231214_03

Solange recebeu muitos presentes da ASA e espontaneamente pediu para estudar sobre este Deus de amor

O Mutirão de Natal 2014 está terminando. As congregações da Associação Catarinense (IASD – Centro Sul/SC) se empenharam na arrecadação de donativos para pessoas carentes. Um levantamento parcial apresenta uma arrecadação, até o momento, de 150 toneladas e a expectativa é que este número aumente consideravelmente no balanço final, que será contabilizado no início de Janeiro. São iniciativas de irmãos comprometidos em levar não somente comida ou roupas, mas amor nos lares beneficiados. A congregação também se preocupam com quem receberá os donativos, não se foca simplesmente na arrecadação.

A Igreja Adventista Central de Florianópolis/SC é um exemplo disso. Solange foi uma das beneficiadas pelos membros desta igreja. Mãe de oito filhos (um já falecido por causa do tráfico) e acolhendo uma nora de 15 anos com um bebê, ela tinha dificuldade em manter toda a família. A liderança da ASA (Ação Solidária Adventista) da Igreja Central conheceu ela há algum tempo e descobriu uma mulher guerreira, mas que estava acamada.

Sem condições de cuidar sozinha da família, a ASA se solidarizou e através dos donativos do Mutirão de Natal levou no dia 12 de Dezembro cestas básicas, kits de higiene, roupas e brinquedos. “Vocês são anjos que Deus enviou. A Igreja Adventista é uma família para mim”, comenta Solange, hoje melhor de saúde e trabalhando. Espontaneamente Solange pediu estudos bíblicos e está agora aprendendo mais sobre a palavra de Deus.

Outra família auxiliada neste natal pelo trabalho social da Igreja Central foi a de Gisele. Ela tem dois filhos pequenos e está grávida de um terceiro. No seu lar ela sofria violência familiar do ex-marido e por isso decidiu sair de casa. Sem ter onde ficar, foi com os dois filhos morar com uma amiga em uma casa com condições mínimas. Apesar da mudança, ela ainda sofria com o ex-marido por ele estar morando próximo a ela. Ao descobrir a situação de Gisele, a ASA doou comida, roupas, fez o enxoval para o bebê prestes a nascer e foi além, alugou uma moradia para os próximos meses, até ela se estabilizar.

“Quando encontramos a Gisele grávida do seu terceiro filho, dividindo uma meia-água em condições precárias com uma amiga, geladeira vazia e ainda sendo ameaçada fisicamente, sabíamos que Deus pedia que ajudássemos ela”, revelou uma das integrantes da ASA local. O resultado hoje é uma jovem em melhores condições de vida e que aprendeu mais sobre Deus, tanto que no último dia 13 de Dezembro ela foi batizada na Igreja Central.

“O Mutirão de Natal é um complemento ao trabalho realizado durante todo o ano. Durante o ano temos também diversas iniciativas solidárias através dos membros locais em favor do semelhante. Quando chega o Mutirão de Natal, temos um aporte maior para impactar as família. E os exemplos acima são uma amostra dos resultados alcançados por toda a nossa Igreja”, comenta Arlete Santos, diretora da ASA da Igreja Adventista Central de Florianópolis/SC. “A Bíblia Sagrada dá forte ênfase no trabalho social. Este tipo de atividade é parte integrante da transformação de vida que Jesus orientou que desenvolvêssemos. Devemos continuar firmes amando ao próximo” , declarou o pastor Marcelo Moura, distrital.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox