Notícias Adventistas

Fazendeiro norte-americano lançou bases do adventismo no século XIX

Contribuições de Guilherme Miller ajudaram milhares de pessoas a compreender temas bíblicos

25 de outubro de 2016
fazendeiro-norte-americano-lancou-bases-do-adventismo-no-seculo-xix

Depois de estudar sozinho, Miller passou a compartilhar o que havia descoberto (Foto: Reprodução / Como Tudo Começou)

Silver Spring, EUA… [ASN] Guilherme Miller, o fazendeiro batista que no século XIX estudou a fundo as páginas da Bíblia e entendeu que Cristo voltaria na década de 1840, nunca foi um adventista do sétimo dia. Embora a denominação tenha surgido oficialmente em 1863, após sua morte, a contribuição de Miller foi fundamental para o estabelecimento da Igreja. É o que mostra a reportagem da Adventist News Network.

Leia também:

Nascido em Pittsfield, Massachussetts, no ano de 1782, Miller chegou à conclusão a respeito do retorno de Jesus após estudar a profecia das 2.300 tardes e manhãs de Daniel 8:14. Ele compreendeu que a purificação do santuário se referia a esse evento.

“A paixão de Guilherme era escrever cada coisa que ele aprendia da Bíblia. Muitas vezes ele não comia, e quando se sentava com sua lanterna com a luz um pouco baixa e a enchia de azeite, ele se mantinha lendo e escrevendo e escrevendo”, destaca Heidi Larsen, diretora de admissões do Atlantic Union College, a instituição de ensino adventista que foi fundada em 1882 e é a mais antiga em atividade.

Assim como ele, outros pioneiros ajudaram a estabelecer as bases do adventismo, como Tiago e Ellen White, e José Bates. Veja no vídeo abaixo, com imagens extraídas do filme Como Tudo Começou, que conta a história do estabelecimento da Igreja Adventista do Sétimo Dia. [Equipe ANN, Márcio Basso]

Assista abaixo ao filme Como Tudo Começou:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox