Notícias Adventistas

Conheça a história do morador de rua que se tornou ancião

Diógenes Pereira atua como ancião e líder do Clube de Desbravadores na Igreja Adventista de Mangaratiba, RJ.

2 de agosto de 2018

Por Fabiana Lopes

Concílio reuniu mil pessoas no último sábado(28), no RJ.

O concílio de anciãos reuniu no dia 28 de julho cerca de mil pessoas, no Ribalta Espaço Multieventos, localizado na Barra da Tijuca, região Oeste do Rio de Janeiro. O evento foi realizado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia na região sul do Rio de Janeiro. Os participantes passaram todo o dia no local com palestras, músicas especiais e momentos de intercessão e louvor.

O que é um ancião de igreja?

Para quem ouve a palavra ancião, logo vem à mente a imagem de uma pessoa de cabelos brancos, com idade avançada, até porque esta é a definição encontrada na maioria dos dicionários:

Significado de Ancião

substantivo masculino

Aquele que possui uma idade avançada; quem merece respeito.

adjetivo

Que já tem uma idade avançada; que deve ser respeitado.

[Gramática] Palavra que possui três formas para o plural: anciãos, anciães e anciões.

Etimologia (origem da palavra ancião). Do latim antianus.

Fonte: Dicionário On Line de Português

Mas quando nos deparamos com pessoas que exercem esta função numa determinada igreja, encontramos pessoas mais jovens, diferente da definição dos dicionários. Isso por que a Igreja Adventista do Sétimo Dia entende que para desempenhar esta função, a pessoa deve ser membro regular, com uma conduta de vida de acordo com os princípios bíblicos e ter indicação e votação da comissão da igreja local.

As funções que o ancião desempenha são muito importantes. Ele atua como um pastor local, coordenando os diversos departamentos da igreja, também acompanha o que é ensinado durante os momentos de culto, além de promover a vida espiritual dos membros da igreja.

Concílio Missão em Família

José Airton Ramos é professor e palestrante.

O convidado especial para o Concílio de Anciãos foi o terapeuta familiar José Airton Menezes Ramos, que atua dando palestras em capacitações para educadores e Escola de Pais. Ramos destacou por experiência própria de 46 anos de casado, que as pessoas devem ter interesse por cuidar de suas famílias. “Nosso lar precisa ser um refúgio seguro para a família, em todas as áreas, pois é ali que alimentamos nossa vida espiritual tanto para o casal, como aos filhos. Ao fortalecer a família espiritualmente, todas as outras áreas serão beneficiadas e isso se refletirá fora de casa: no trabalho, na igreja, na escola, na vizinhança. Até porque as pessoas acompanham o que fazemos, pois a palavra convence, mas o exemplo leva junto”.

Geraldo Magela (esq.) e Eber Nunes (dir), líderes da Igreja Adventista (RJ, MG, ES).

Os pastores Geraldo Magela, líder Ministerial e Eber Nunes, líder de Escola Sabatina, para os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, também tiveram participação no evento. “Quando um ancião vive um bom casamento, ele vai desempenhar uma boa liderança e vai influenciar a igreja, principalmente nestes momentos atuais onde as famílias estão sendo bombardeadas com informações diversas, confusas e até negativas. É importante valorizar a família, o casamento e o relacionamento conjugal para que vivamos bem dentro e fora de casa”, destaca Magela.

O líder ministerial da Igreja Adventista na região sul do RJ, pastor Roberto Pareja, afirma que o objetivo deste concílio foi “fortalecer a obra do ancião na igreja local e auxiliá-lo a desenvolver o ministério de levar pessoas a Jesus para que sejam transformadas por Ele”.

A transformação do morador de rua em ancião

Diógenes era morador de rua, mas teve sua vida transformada.

Diógenes teve uma mudança de 180º em sua vida. Assista amanhã sua história, dia 3 de agosto, durante a exibição inédita no programa Revista Novo Tempo, às 20h. Diógenes Pereira, um ancião que teve sua vida transformada. Acompanhe a exibição pelas seguintes opções:

Canais abertos

Site

YouTube

Ou através das operadoras: NET (Canais 184 e 684), Claro (Canais 184 e 684) e Oi (Canal 214).

Clique aqui para assistir a história dele que foi exibida no Revista Novo Tempo.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox