Notícias Adventistas

Após 14 anos, padrasto reencontra enteado através de ação social

O encontro aconteceu após ação social em abrigo para moradores de rua

Por Iale Azevedo 11 de fevereiro de 2021

Walter foi ajudar os calebes em ação social e descobriu o enteado vivendo como morador de rua. (fot: Pr Hugo Magalhães e Wescley J. Sartori)

Walter e Geralda eram casados e sofriam muito com o vício em álcool do Vicente, filho de Geralda. Walter, apesar de não ser o pai biológico, ajudava no que era preciso para livrá-lo do vício, internando em clínicas de reabilitação e financiando tratamento, mas era em vão.

Após o falecimento de Geralda, Walter se mudou de Volta Redonda para Pinheiral (Rio de Janeiro), casou-se novamente e depois de certo tempo, não teve mais notícias de Vicente. “Sempre que o Walter falava sobre o enteado, eu sentia que ele tinha mágoa por todo sofrimento que o Vicente causou”, diz Rosângela, atual esposa do Walter.

Vicente agora vive nas ruas e também foi ajudado com o abrigo construído pelos jovens do Missão Calebe. (Foto: Pr Hugo Magalhães e Wescley J. Sartori)

Este ano, durante o projeto Missão Calebe, algo especial aconteceu. Os calebes se uniram ao projeto “Amor Pra Quem Tinha”, para distribuir quentinhas à população em situação de rua. Durante a distribuição,  foram impelidos a construir um abrigo para um dos moradores assistidos. Walter se prontificou para ajudar no mutirão.  Ao chegar no local, reconheceu seu enteado, a quem não tinha notícias há 14 anos. “Nesse momento, pude ver que o Walter o havia perdoado e ajudou com muita boa vontade a construir o abrigo. Hoje, meu esposo lembra de tudo que aconteceu, mas não tem nenhum ressentimento. Deus é poderoso para nos libertar”, relatou Rosângela.

De acordo com um dos líderes do Centro de Influência Espaço Novo Tempo, Volta Redonda, Carlos Anderson Pereira,  Vicente é atendido pelo projeto há cerca de um ano. Como a maioria dos outros, ele não convive em grupo e tem apenas um amigo. “Ele é de poucas palavras e uma pessoa bem tratável. Aproveitamos que ele estava internado para tratar de algumas feridas na perna  e limpamos o local que ele fica, a fim de darmos um pouco mais de dignidade. Quando ele chegou, percebemos a emoção e o sorriso pelo novo abrigo”, contou Pereira.

Um abrigo foi construído para ajudar Vicente. (Foto: Pr Hugo Magalhães e Wescley J. Sartori)

Vicente, que tem 55 anos, está há muitos anos em situação de rua e é ex-adventista. Em sua juventude, foi desbravador. Porém, por influência de amigos, passou a consumir álcool e drogas ilícitas. Vicente é um excelente mecânico para motor pesado, mas, o vício tem sido uma empecilho para total reconstrução de sua vida.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox