Notícias Adventistas

2500 nas ruas combatem à violência contra a mulher

28 de agosto de 2017
Passeata quebrando o silêncio 2017

Passeata reúne mais de 2500 pessoas no centro de Belém. (Foto: Wagner Santana)

Belém, PA… [ASN] A manhã do último domingo foi movimentada na capital do estado, a Igreja Adventista do Sétimo Dia realizou passeata contra a violência sexual. Na capital paraense, a campanha intitulada “Quebrando o silêncio, grito sufocado” foi organizado com a participação de mais de 2500 voluntários em uma passeata no centro de Belém. O estado do pará ocupa a 5ª posição quando se fala de estupro de mulheres e crianças, segundo o Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP) do estado apontam que estupros de mulheres e crianças acontecem a cada 2h no Pará.

Mais notícias sobre a campanha

Em resposta ao alto índice de violência a mulher e a criança, membros da igreja realizaram diversas ações de conscientização em todo o estado como: passeatas, visita as casas, campanhas realizadas nas igrejas e palestras em escolas. A passeata teve início na praça Waldemar Henrique seguindo pela avenida Presidente Vargas encerrando na praça da República. Desbravadores, Aventureiros, alunos da Escola Adventista e mulheres que integram a instituição foram às ruas para dizer Não a violência contra a Mulher.

A coordenadora da campanha para o Norte do Estado, Rejane Godinho, afirmou que o resultado foi positivo, “nós tivemos uma adesão grande tanto das pessoas que congregam nossas igrejas como as pessoas que participavam na rua e se agregaram ao movimento, é um movimento em prol da família, em prol da paz da família e dizendo não a qualquer tipo de violência: física, sexual ou emocional. Cada um de nós tem a responsabilidade de dizer, basta!”

Os desbravadores também deram o seu recado, o líder Haroldo Melo afirmou sobre a importância de alertar, “Esse projeto tem o objetivo de alertar a comunidade paraense de que a violência familiar, principalmente crianças, idosos e mulheres não é um processo aceitável na conduta do ser humano. A finalidade da passeata é de fazer um alerta a todos para que se preocupem com a prevenção da violência contra a família”. [Equipe ASN, Junior Freitas]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox