Notícias Adventistas

16 anos depois mulher decide voltar para a igreja

Aliomara revela que batizou-se em 1997, permaneceu na igreja pouco mais de um ano

10 de fevereiro de 2015
Aliomara Beatine garante que atualmente o esposo é um dos seus maiores incentivadores

Aliomara Beatine garante que atualmente o esposo é um dos  maiores incentivadores 

Montes Claros, MG… [ASN] Aliomara Beatine é casada, tem três filhos, dos quais dois são adventistas. Natural de Montes Claros, morou alguns anos em Curvelo, região central de MG, município este onde ela conheceu a mensagem adventista. Atualmente mora na cidade de Três Marias, que, segundo dados do IBGE de 2013, possui cerca de 35 mil habitantes.

Nesta cidade localiza-se a Usina Hidrelétrica de Três Marias que tornou-se conhecida em todo o Brasil devido ao seu potencial hidrelétrico.

Aliomara Beatine auxilia nos Ministérios Infantil e ASA- Ação Solidária Adventista  em Três Marias. Mas, até chegar a este momento de envolvimento, ela ficou 16 anos afastada.

Morando em Curvelo, ela disse que trabalhou na casa de um casal de vida denominacional que chamou sua atenção.

“O Sérgio e a Marlene sempre realizavam os cultos diariamente. Achava interessante a dedicação deles. Certo dia, me chamaram para participar do culto de pôr do sol, e posteriormente me convidaram para ir à igreja no sábado pela manhã. Fui e gostei. Comecei a estudar a Bíblia e tomei a decisão pelo batismo”, relata Aliomara.

Abandonou a igreja

Aliomara revela que foi batizada em 1997, permaneceu como membro da igreja pouco mais de um ano. Indagada quanto aos motivos foi enfática ao afirmar que o fator preponderante foi a “ falta de comunhão pessoal com Deus”. Ela não hesitou em acrescentar que não tinha mais fé e muito menos forças para voltar.

A sua vida transcorria normalmente, 16 anos se passaram e ela fora da igreja. Foi quando em uma quarta-feira de 2013, algo que ela denominou de “uma experiência intrigante” aconteceu e mudou para sempre o rumo da sua vida.

“Estava em casa neste dia e de repente comecei a chorar compulsivamente. Não entendia o motivo, sentia um aperto no peito como se algo ruim pudesse acontecer com algum membro da minha família. Neste instante orei a Deus, comecei a conversar com Ele no sentido de que nada de mal acontecesse com nenhum dos meus familiares e Deus  me respondeu. A resposta se encontra em Deuterenômio 30:15-16- “Vê que hoje te pus diante de ti a vida e o bem, a morte e o mal. Se guardares o mandamento que eu hoje te ordeno de amar ao Senhor teu Deus, de andar nos seus caminhos, e de guardar os seus mandamentos, os seus estatutos e os seus preceitos, então viverás, e te multiplicarás, e o Senhor teu Deus te abençoará na terra em que estás entrando para a possuíres”.

Demonstrando emoção em relatar os pormenores do seu retorno. Afirma que não teve dúvidas em reconhecer este texto como uma resposta de Deus à sua oração, posteriormente ela conta que decidiu ligar para o esposo Sebastião, que não é adventista e contou da sua decisão.

Aliomara afirma que, para sua surpresa, o esposo foi receptivo à sua decisão. Garante que atualmente ele é um dos seus maiores incentivadores no tocante aos mais diversos trabalhos, principalmente os da área social.

Depois da conversa com o esposo, Aliomara foi batizada em outubro de 2013, pelo pastor Luiz Carlos Tavares. Ela garante que este foi um dos dias mais especiais da sua vida.

“ A igreja tem feito a diferença em minha vida e da família. Meu sonho e oro constantemente é que meu esposo seja batizado com minha filha. Procuro dedicar meu tempo para ajudar no que for preciso na missão de pregar do amor de Jesus para outras pessoas. Fiquei 16 anos longe, e voltei e meu desejo é que alguém que esteja fora da igreja possa sentir- se tocada em aceitar Jesus antes que seja tarde demais”, adverte Aliomara.

[Equipe ASN, Samuel Nunes]  

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox