Notícias Adventistas

Pequeno Grupo de Mato Grosso ajuda haitiano a trazer família para o Brasil

História foi contada durante o Congresso de PGs que tinha o tema “Fábrica de Heróis”.

Por Dayane Nascimento 18 de junho de 2019

Ganiel Donacien, Guirlene Toussaint e a filha, Yonaida Gabriela (Foto: Divulgação)

O ano de 2019 ficará marcado na vida de Ganiel Donacien. Em março, sua esposa, Guirlene Toussaint, e filha, Yonaida Gabriela, partiram da República Dominicana e aterrissaram em Cuiabá (MT). O sonho de ter a família perto se realizou graças à dedicação do Pequeno Grupo (PG) que frequenta em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. O PG é um grupo de pessoas que se reúne semanalmente sob a coordenação de um líder, visando o crescimento espiritual, relacional e evangelístico.

Ganiel nasceu no Haiti e morava na República Dominicana, onde sua família ficou. “Nos falávamos todos os dias, mas meu contato com elas era apenas através de vídeochamada”, conta. Como um verdadeiro herói, Joaquim Borges, líder do Pequeno Grupo, não mediu esforços até conseguir recursos financeiros para trazer a família de Ganiel ao Brasil.

No aeroporto, Ganiel aguardava ansioso, com parte do seu Pequeno Grupo, para dar as boas-vindas a sua família (Foto: Divulgação)

“Durante um estudo bíblico, conversamos sobre a saudade que ele sentia da esposa e da filha. Acredito que como líder devo ficar atento às necessidades das pessoas. Por isso, nosso Pequeno Grupo e outras pessoas da Igreja Adventista do bairro Construmat se solidarizaram. Assim, conseguimos os recursos que precisávamos para trazê-las”, conta Joaquim. Foram necessários nove meses até conseguir os vistos e resolver todas as questões burocráticas para a vinda delas.

No aeroporto, não apenas Ganiel aguardava ansioso, mas parte do seu Pequeno Grupo também queria dar as boas-vindas a sua família. “Estou muito emocionada por encontrar e conhecer pessoas que já considero amigos e irmãos”, diz Guirlene.

Joaquim Borges, líder de Pequeno Grupo, compartilha durante o congresso a história de Ganiel (Foto: Marcielen Barbosa Campos)

Congresso de Pequenos Grupos
A história de Ganiel e sua família foi compartilhada durante o Congresso de Pequenos Grupos, realizado no último final de semana (14 a 16 de junho) na cidade de Tangará da Serra (a 250 quilômetros de Cuiabá). Com o título “Fábrica de Heróis”, o evento reuniu cerca de 180 coordenadores e supervisores de PGs de várias cidades de Mato Grosso.

Com o título “Fábrica de Heróis”, congresso reuniu cerca de 180 coordenadores e supervisores de PGs de várias cidades de Mato Grosso (Foto: Marcielen Barbosa Campos)

De acordo com o pastor Maiquel Nunes, diretor da área para todo o Estado, a intenção do encontro foi mostrar que o Pequeno Grupo é um ambiente onde é possível desenvolver o discipulado. “Uma vez que esse discipulado aconteça de forma evidente e disciplinada, podemos ‘fabricar heróis’ para a vida da comunidade onde estamos inseridos”, destaca.

O congresso contou também com convidados especiais como o pastor Ricardo Coelho, doutorando em discipulado, que compartilhou suas experiências na área, vividas na cidade de Manaus (AM). Paulo Roberto, especialista em desenvolvimento humano, apresentou aspectos que contribuem para o autoconhecimento e autogestão. O pastor Walmir Rosa, da Central de Cuiabá, sugeriu técnicas e ferramentas que aprimorem o processo de discipulado.

Para o pastor Levino Oliveira, presidente da Igreja Adventista para todo o Estado de Mato Grosso, realizar o evento em Tangará da Serra é simbólico. “Aqui é a região que a rede de Pequenos Grupos está mais estabelecida. De forma geral, a ideia do congresso era que os coordenadores e supervisores compreendessem a importância de formar discípulos”, pontua.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox