Notícias Adventistas

Famílias de evangelistas recebem atenção especial no norte do Paraná

Encontro enfatizou a importância do bom relacionamento entre casal.

_M8A2292

Pastor Chagas e esposa (E), e pastor Adilson e esposa

Campo Mourão, PR… [ASN] A taxa de divórcios cresceu mais de 160% no Brasil na última década, segundo dados da pesquisa Estatísticas do Registro Civil. A separação de casais assola inclusive famílias cristãs, que prezam pelo casamento duradouro. Para fortalecer a relação a dois e evitar que matrimônios se desfaçam, a Igreja Adventista do Sétimo Dia está investindo na qualidade do relacionamento de seus fiéis.

Uma iniciativa que reflete esse princípio é o encontro da equipe de evangelismo da região norte, da Associação Norte Paranaense (ANP). Com ênfase nas famílias, o evento reuniu 30 pessoas em Campo Mourão, interior do Paraná, nos dias 15 e 16 de maio. Os obreiros, como são chamados os instrutores bíblicos ligados à instituição, foram acompanhados dos cônjuges.

“Nós temos o desafio de manter o obreiro sempre feliz, disposto ao trabalho e treinado. Nós percebemos que a família pode fazer diferença para o bom desempenho. Ao mesmo tempo, nós entendemos que a missão é de toda a família, não só do obreiro. O sonho desta associação é que a família seja valorizada para que ela também ajude o obreiro a desenvolver seus talentos”, explica o diretor do Evangelismo e organizador do encontro, pastor Adilson da Silva.

As palestras e atividades abordaram assuntos relevantes para a saúde do casamento, como: sexualidade, economia doméstica, administração do tempo e motivacional. As mensagens foram ministradas pelos pastores da ANP Josias da Fonseca (presidente), Eronildes Chagas (secretário executivo), Everson Braga (diretor financeiro), Jônatas da Rosa (diretor de Mordomia Cristã) e pela diretora do Ministério da Mulher, Sônia da Fonseca, além do pastor Adilson. Uma cerimônia de Santa Ceia reforçou os momentos espirituais do evento.

“A Santa Ceia foi um momento muito solene e inspirador. Estava tudo perfeito. Eles prepararam tudo com muito bom gosto. Cada momento era uma surpresa diferente. Nós nos sentimos valorizados. Isso é fundamental, porque a nossa correria é tão grande, ficamos tanto tempo fora, que a família ficava desamparada. Há um tempo, a família achava que o evangelismo roubava a gente dela, agora não, porque ela está incluída no nosso ministério”, afirma a obreira Sandra Mara Ferreira.

O encontro serviu também para a criação da Área Feminina de Apoio ao Obreiro (Afao), com a escolha da diretora, secretária e tesoureira. A Afao é formada por esposas de obreiros. [Equipe ASN, Gustavo Cidral]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox