Notícias Adventistas

Família

Família: dicas simples de como organizar o tempo juntos

Definir as verdadeiras prioridades e aprender a dizer não, são atitudes que podem ajudar na otimização do tempo e beneficiar a dinâmica familiar.


  • Compartilhar:
Passar tempo em família pode trazer inúmeros benefícios (Imagem: Freepik)

O despertador toca, você acorda, se arruma, toma seu café da manhã (quando dá tempo) e vai para o trabalho. O dia mal começou e você já sente que não vai ter tempo suficiente para fazer tudo que precisa. Corre, corre, corre, conta as horas...a matemática é simples: vai faltar tempo para as tarefas do dia, tempo para você e tempo para a família. Para a maioria das pessoas, esse tipo de rotina é normal. Não ter tempo para nada já é reconhecido como algo comum, uma característica da vida moderna. Diversos estudos demonstram como esse ritmo é prejudicial para a saúde, para a produtividade etc. Mas até que ponto essa correria pode prejudicar a família? Como reverter essa “pobreza de tempo” para melhorar os relacionamentos familiares?

Para a psicóloga e mestre em andragogia, Svitlana Samoylenko, a falta de tempo afeta as pessoas mais próximas. “Como estão sempre "aí pertinho", criamos a ilusão de que daremos tempo a elas, assim que terminarmos nossas tarefas. Só que a lista de afazeres nunca acaba, e muitas vezes é a família que paga o preço”, alerta.

Para Samoylenko, existem alguns hábitos que precisam ser vencidos, para alcançar uma rotina mais saudável. “Na minha experiência pessoal e na consultoria com clientes, os principais vilões do tempo em família tem sido as falsas emergências e a falta de assertividade acerca dos limites pessoais. Estamos inseguros para priorizar - e de fato defender - aquilo que realmente importa. Às vezes trabalhamos em equipes tóxicas onde isso não é aceito. Outras vezes, simplesmente não sabemos dizer não”, pontua.

Além de definir as verdadeiras prioridades e aprender a dizer não, ela ainda ressalta a importância de calibrar as expectativas. Por exemplo, quando se trata dos filhos, muitos pais têm a tendência de querer fazer coisas extraordinárias e inesquecíveis, quando na verdade, o que mais conta é a conexão emocional, gerada através de coisas simples, como se sentar no chão e brincar com eles.

No casamento, os momentos juntos também são fundamentais. “Cada casal sabe da sua necessidade, então siga a intuição. Uma saída só vocês dois? Uma noite aconchegante em casa? Academia ou caminhada? Uma reunião de planejamento financeiro familiar? Está valendo”, enumera a terapeuta.

Um tempo para tudo

Para o diretor do Ministério da Família, da igreja adventista no sul do Paraná, pastor Márcio Vivan, a Bíblia também apresenta inúmeros conselhos sobre o uso do tempo, que podem ser aplicados a qualquer situação. “Em Eclesiastes 3:1-8 diz que tudo tem seu tempo e que há tempo para todo o propósito debaixo do céu”, destaca. O texto já indica a importância de se estabelecer um momento para tudo. Segundo ele, outro conselho registrado em Mateus 6:33 revela a ordem dessas prioridades. “Deus sempre deve estar em primeiríssimo lugar, sendo que sem saúde teremos dificuldades em buscá-lo e em cuidar da nossa família, portanto precisamos cuidar da saúde, e então teremos disposição de proteger e cuidar da nossa família e com certeza, com grande alegria realizaremos nosso trabalho”, detalha.

Estabelecer prioridades é o primeiro passo para organizar o tempo em família (Imagem: Freepik)

De acordo com Vivan, as experiências diversas, dentro e fora de casa, como os dias de lazer ao lado de quem se ama, são essenciais para transmitir valores, fortalecer a cumplicidade e transmitir segurança. “Você não precisa necessariamente passar todo o tempo com o seu filho, mas sim dedicar um tempo do seu dia para se fazer presente. Portanto, cuide, brinque, converse, se dedique e seja melhor para seu filho do que qualquer brinquedo”, sugere.

Segundo o pastor, momentos em família, muitas vezes só serão possíveis depois de alguns sacrifícios pessoais e de uma boa administração do tempo. “Precisamos pedir sabedoria a Deus e Ele concederá. Fazer uma lista de prioridades e colocá-la em prática pode trazer maravilhosas recompensas”, recomenda.

Seja como for, passar um tempo com quem se ama traz inúmeros benefícios, tanto para a saúde mental, quanto para as relações familiares.

A seguir, listamos algumas ideias que podem ajudar a organizar o tempo em família:

  • Planejem

Escolham as atividades e os melhores dias e horários para aproveitarem um tempo juntos. Vale até criar um calendário personalizado para fixar em um local onde todos possam ver com frequência.

  • Seja democrático

Aceite e valorize as ideias de cada membro da família, afinal, cada um tem suas preferências.

  • Desliguem os celulares

Você já ouviu falar em tempo de qualidade? É sobre isso. Coloque toda sua atenção nesses momentos e em quem está com você. Além disso, muitas vezes não falta tempo, ele só está sendo desperdiçado com o uso excessivo de telas.

  • Valorize o simples

Além de serem mais fáceis de executar, as atividades mais comuns exigem menos preparo. Tarefas como, cozinhar juntos, pedalar, jogar um jogo, pintar um desenho, podem ser realizadas a qualquer tempo e sem a necessidade de grandes investimentos financeiros, por exemplo.