Notícias Adventistas

Família

Encontro reúne pastores para discutir ênfases de trabalho da Igreja para os próximos meses

Batismo e Santa Ceia também fizeram parte da programação


  • Share:

Batismo especial emocionou participantes. (Foto: Divulgação)

Os pastores da Associação Planalto Central, sede administrativa da Igreja Adventista para Brasília e entorno, se reuniram nos dias 17 a 20 de outubro no CATRE (Centro Adventista de Treinamento e Recreação de Brasília) para um concílio ministerial. O evento foi dividido em duas partes. Os primeiros dois dias foram direcionados aos pastores aspirantes (aqueles que estão iniciando a carreira no ministério pastoral), juntamente com suas famílias. Já na terça e quarta-feira, a programação foi voltada aos pastores em geral.

Intitulados “Fomos chamados”, os encontros enfatizaram a importância da comunhão com Deus e o foco na missão de resgatar para Deus pessoas que vivem sem esperança, além de discutir os desafios das novas gerações.

O encontro serviu para alinhar as ênfases de trabalho para 2022. (Foto: Divulgação)

O ponto alto da programação foi uma cerimônia de Santa Ceia. Com ornamentação especial, os pastores refletiram sobre a morte de Jesus e a Sua graça. Um batismo também emocionou os presentes.

De acordo com o presidente da Igreja Adventista para o Planalto Central, pastor Max Schuabb, após um grande período sem realização de concílios presenciais, o evento foi importante para os líderes estarem juntos neste fim do ano. “Cada pastor pôde refletir sobre a morte de Cristo em uma abençoada Santa Ceia – normalmente são eles que lideram a cerimônia. Então esta foi uma oportunidade deles participarem como ovelhas”, destaca o presidente.

O secretário executivo da Igreja, Jean Abreu, frisa que o encontro serviu para alinhar as ênfases de trabalho para 2022. “Foram momentos imprescindíveis para apresentação das metas do próximo ano e o planejamento estratégico como ferramenta para desenvolver a missão nos distritos”, pontua Abreu.

Na oportunidade, o vice-presidente da Sede Administrativa da América do Sul da Igreja Adventista, pastor Luís Mário, o líder ministerial adventista para o Centro-Oeste, pastor Levino Oliveira, e a líder da Área Feminina da Associação Ministerial (AFAM), professora Jeanete Lima, reforçaram que é essencial os líderes compreenderem o tempo em que mundo vive e o desafio de manter o foco total no discipulado. A programação também contou com a presença da psicóloga Lislei Freire e dos líderes da Igreja Adventista para o Planalto Central.

O coordenador do evento e líder ministerial adventista do DF e Entorno, pastor Carlos Gill, explica que o primeiro concílio enfatizou o cuidado com a família ministerial. "O objetivo foi clarificar o significado do chamado de Deus para o ministério. As implicâncias que isso tem e o papel da família neste contexto. Trabalhamos todas essas questões no evento”, salienta Gill.

Já no concílio geral dos pastores, parte do evento foi dedicado para testemunhos, onde os líderes distritais e capelães salientaram ações realizadas em seus distritos. Desta forma, eles incentivam outros pastores a fazerem o mesmo, com foco nas novas gerações, plantio de igrejas, evangelismo, visitação e pastoreio, fidelidade, escola sabatina, pequenos grupos, batismo dos anciãos, Missão Calebe e capelania. “Foi um momento para reconsagração dos pastores. Analisamos também os desafios enfrentados na pandemia”, conclui Gill.