Notícias Adventistas

Encontro reforça senso de missão para filhos de pastores

Parte do encontro incentivou cada um a escrever suas histórias, que farão parte do livro com lançamento previsto para outubro deste ano.

Por Fabiana Lopes 2 de abril de 2019

Equipe de 8 voluntários e 22 filhos de pastores passaram o último final de semana de março juntos, fazendo boas amizades entre eles e com Deus.

Durante os dias 29 a 31 de março, 22 filhos (com idades entre 13 e 18 anos) de pastores da sede administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia na região central do Rio de Janeiro, participaram do encontro com o tema ‘Minha vida é uma história’, em Angra dos Reis.

A organização do evento foi feita pelo departamento Ministerial desta sede, sob direção do pastor Ademir Firme, e uma equipe com mais sete pessoas, entre elas o palestrante, pastor Danny Bravo, que além de ser filho de pastor, também cuida de algumas igrejas adventistas na região sul do Espírito Santo.

A escolha do tema foi baseada na proposta de escrever um livro com as histórias de cada filho de pastor, os tópicos tratados envolveram quatro fases da vida deles: infância, vida nas igrejas, amigos e escola, e as mudanças. O planejamento, segundo pastor Ademir Firme, começou no final do ano passado. “Tudo foi pensado para atingir a carência que existe nesta área. Temos um enorme carinho por cada um deles e foi maravilhoso passar este tempo juntos, nos conhecendo e entendendo os sonhos e dificuldades deles”, ressalta o pastor.

Além de tratar sobre o senso de missão que os filhos de pastores têm, Bravo mencionou privilégios e dificuldades que os filhos experimentam no dia a dia. “A identidade do filho de pastor, possui características exclusivas que são formadas pelas circunstâncias do ministério. Num encontro como esse, temos (me incluo no grupo) a oportunidade de dividir as alegrias e desafios que nos são comuns. A verdade é que muitas vezes, do filho de pastor é exigido que se desenvolva um personagem mais preocupado em atender expectativas tanto da igreja quanto da própria família, do que em buscar seu desenvolvimento individual. Assim, muitos filhos de pastor sofrem com crises espirituais. Corremos um grande risco de passar anos vivendo apenas a fé do pai, sem nunca vivermos uma real conversão e desenvolvermos nossa própria fé. Num encontro como esse, filhos de pastores podem entender, que o chamado feito anos atrás ao pai, também é feito a ele. Ser parte da família pastoral é um ministério. É um chamado de Deus”, destaca o pastor Bravo.

Publicação de um livro

Joyce gostou de ter escrito parte de um livro.

Durante o encontro, os filhos foram desafiados a escrever sua história para compor as páginas de um livro que será lançado até meados deste ano. Joyce ficou empolgada com o fato de terem começado a escrever um livro sobre a vida do filho de pastor, que será publicado em breve. “Gostei muito de ter escrito uma parte de um livro, que vai contar sobre a vida do filho de pastor, suas alegrias e momentos difíceis. Foi minha primeira vez, acredito que para todos também foi assim. Acho que o resultado ficará muito bom”, relata Joyce Ohnesorge.

A equipe organizadora lançou entre eles um concurso para o título do livro e o vencedor será premiado com uma caixa de som Bluetooth JBL. Eles também responderam enquetes anônimas que farão parte de estatísticas no livro, que tem previsão de lançamento para o mês de outubro deste ano.

Lívia está ansiosa pelo próximo encontro.

Alguns já aguardam pelo próximo encontro, como a Lívia França, de 15 anos: “Eu gostei muito do encontro de filhos de pastores, a parte espiritual com o pastor Danny Bravo foi muito boa e me fez perceber a importância de ter um relacionamento com Deus e entender a sua graça, além de ajudar a escolher o meu ministério. A gincana foi bem divertida e tudo tinha um significado muito especial. Agora eu sei o quanto eu sou importante tanto para a igreja como para a minha família. Os momentos livres também foram excelentes e muito engraçados, simplesmente amei e estou esperando ansiosa os próximos”, relata a adolescente.

Gincana

No encontro eles foram divididos em três equipes e realizaram várias atividades numa gincana. O objetivo era desenvolver a amizade entre eles, o que, segundo o organizador, ‘deu certo’. O encontro resgatou dons que muitos deles têm através da composição de músicas e encenações feitas na hora, além de um concurso de fotografia.

Liliane Ohnesorge, mãe do Arthur, de 15, e da Joyce, de 13, comentou que os filhos amaram o encontro. “Eles sentiram que o encontro foi preparado com todo carinho e especialmente para eles”, diz a mãe. “Eu achei muito legal poder me abrir e falar do que é positivo e negativo em ser filho de pastor. Gostei das encenações que criamos lá na hora, foi tudo muito bom. Conheci novos amigos e me senti especial para Deus e para minha família”, comenta Arthur. Joyce já está esperando o próximo: “Não vejo a hora de ter outro encontro assim”.

Mais contato entre eles

Para um maior envolvimento entre o grupo de filhos de pastores na região central, serrana e caxiense do Rio de Janeiro, pastor Ademir criou um grupo no WhatsApp. “É uma maneira de continuarem interagindo entre eles. Sabemos que eles gastam muito tempo nas redes sociais, então, podemos manter contato sempre”, descreve Ademir.

O próximo encontro acontecerá em julho e o vencedor do título do livro receberá seu prêmio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Famílias pastorais

A Igreja Adventista do Sétimo Dia dedica cuidado especial para as famílias pastorais, pois entende que existe uma necessidade de que, estas famílias, que formam a base da sociedade, exerçam influência positiva ao próximo, além do quesito cristianismo, relacionamentos saudáveis, respeito, cuidado com as pessoas, entre outros.

Neste ano, a Igreja Adventista na América do Sul vai distribuir o livro gratuitamente e que trata deste tema: Esperança para a família – o caminho para um final feliz, escrito pelo casal casal Willie e Elaine Oliver, casados há 33 anos. Ele é pastor e doutor em Sociologia da Família. Ela é especializada em Aconselhamento Familiar e Saúde Mental. Juntos, realizam palestras em todo o mundo, ajudando milhares de pessoas a reencontrar a alegria da vida em família.

Em 25 de maio, os adventistas sul-americanos entregarão exemplares da obra em milhares de cidades. As ações farão parte do Impacto Esperança, projeto que, desde 2007 já entregou mais de 100 milhões de livros de forma gratuita.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox