Notícias Adventistas

Curso prepara candidatos para uma vida a dois de felicidade e sucesso

O Curso de Noivos da ACP orientou jovens namorados a como ter uma vida de felizes para sempre.

26 de outubro de 2014
365A8796

Curso de Noivos orientou casais a como ter uma vida completa e de felicidade. (Fotos: Pedro Matos)

Curitiba, PR…[ASN] São tantos detalhes e sentimentos envolvidos que muitas vezes nem sobra tempo para respirar direito. A preocupação vai desde os convites até o investimento feito para um dos momentos mais importantes da vida. E por ser importante é que cerca de 30 casais decidiram antes do sim no altar buscar orientações para uma vida de felicidade completa.

A segunda edição deste ano do Curso de Noivos da Igreja Adventista trouxe mais uma vez uma série de palestras e aulas para uma vida a dois, depois de casados. Com assuntos que foram desde o orçamento familiar, sexo e até o relacionamento com Deus aconteceu na manhã deste domingo (26/10), no auditório da instituição religiosa.

Segundo o organizador do evento, pastor Günter Erfurth, esse curso é oferecido semestralmente a fim de orientar aos noivos sobre os principais temas que envolvem a vida do novo casal, agora não mais como namorados, mas como casados oficialmente. Ele também ressalta que este curso é obrigatório para todos aqueles que desejam realizar a cerimônia matrimonial em uma congregação adventista.

“O casamento é uma das maiores bênçãos de Deus e foi feito para dar certo, onde os cônjuges se sentem completos e felizes. A Igreja preocupada com essa instituição, que hoje em dia aceita tão bem assuntos como infidelidade, divórcio e falta de compromisso, que preparou esse momento para falarmos sobre algumas dicas para ser um casal de sucesso”, explica.

Vamos casar, e agora?

365A8792

Temas como sexualidade, orçamento familiar, relacionamento com Deus foram um dos temas abordados no curso

Entre os assuntos abordados durante a manhã, a mestre de cerimônias Lúbia Ferreira falou sobre o planejamento com da cerimônia religiosa, lua de mel e toda parte que envolve as festividades do momento. Já o psicólogo Jessé Cunha abordou sobre as diferenças do homem e da mulher e a importância do diálogo entre o casal a fim de haver uma maior intimidade e também evitar desentendimentos.

“Eu sempre costumo fazer a mesma pergunta que o filósofo Friedrich Nietzsche fez: ‘Você crê que seria capaz de conversar com prazer com esta pessoa até sua velhice?’ Tudo o mais no casamento é transitório, mas as relações que desafiam o tempo são aquelas construídas sobre a arte de conversar e querer estar junto”, indaga o psicólogo.

E quando o assunto é conversar, o casal Rodrigo Zanardine e Evelin Barreto tira de letra. Eles que vieram do município de Piraí do Sul, distante 185 da capital paranaense, dizem que desde o início namoro sempre deixaram tudo bem conversado e que agora o casamento é uma decisão mais do que definitiva.

“Sempre gostamos de conversar bastante e acho que foi por isso que eu comecei a gostar tanto dela. Além da gente se falar bastante, nós separamos tempo para orarmos juntos e falarmos das nossas diferenças e semelhanças. Saber conversar é o remédio para tudo”, ressalta.

Amor não tem idade

Já entre as palestras do pastor Gunther, a tônica foi sobre a importância de o casal ter um tempo só para eles e também para o culto familiar.

“A única relação a três que dá certa é quando Deus está entre o casal, já que dessa forma a família estará blindada contra qualquer motivo que possa estragar a relação. Também separar um tempo para o namoro, mesmo depois de casados, será umas das maneiras que o casal sempre ficará apaixonado”, aconselha.

365A8887

O casal Everaldo Pereira e Raquel Simões mostra que a amor não tem idade para começar.

E por falar em eternos namorados e de que para amar não há idade que neste Curso de Noivos, dois casais se destacaram pelas diferentes idades que possuem. Enquanto os jovens Ezequiel dos Santos e Amanda Oliveira, de apenas 20 e 16 anos respectivamente, já fazem seus planos, o auxiliar administrativo Everaldo Pereira e a aposentada Raquel Simões, ambos de 60 anos, querem viver uma nova história de amor.

“Quem disse que para começar a amar tem idade? Eu estava viúvo há dois anos e ela divorciada já alguns, os dois sozinhos porque ficar esperando? Hoje viemos fazer o curso porque queremos começar uma nova história conforme a orientação divina e assim sermos felizes para sempre. A gente que não quer perder tempo vai casar daqui a duas semanas”, diz o sorridente Everaldo Pereira. [Equipe ASN, Mairon Hothon]

Veja as fotos dos casais em nosso facebook

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox