Notícias Adventistas

Caixa surpresa promete desenvolver relacionamento entre pais e filhos

A caixa faz parte do movimento Juntos, que será oficialmente lançado para as igrejas do Centro-Oeste no próximo sábado, com novidades para adultos, crianças e jovens

Por Jenny Vieira 6 de fevereiro de 2019

A caixa deverá ser aberta pelos pais que vão seguir um guia prático com as datas corretas para realizar cada atividade

Com o objetivo de incentivar os pais a discipularem seus filhos desde crianças, bem como de incentivar os jovens à missão, e abrir espaço para que eles possam ser protagonistas do trabalho em suas igrejas, juntamente com os mais experientes, foi criado o programa Juntos, para o ano de 2019. Trata-se de uma jornada com atividades práticas específicas para cada idade, que devem durar o ano todo.

Para crianças entre 4 e 11 anos, as dinâmicas estarão dentro de uma caixa surpresa que só poderá ser aberta pelos pais. Cada pai deverá seguir um guia que indicará as datas corretas para a realização de cada atividade durante o ano. As datas serão guiadas pelos principais marcadores da Igreja Adventista, sendo eles 10 Dias de Oração, Semana Santa, Impacto Esperança, Missão Calebe e Batismo da Primavera. A essa parcela do programa, deu-se o nome Pais e Filhos Juntos.

Leia também

Concílio anual tem foco em missão e lança campanha “Juntos”

O movimento também se estende aos adolescentes e jovens. Porém, as atividades idealizadas para essas faixas etárias não estarão dentro da caixa. Para eles, foi desenvolvida uma Maratona Missionária, sendo o principal objetivo encontrar um amigo não adventista, orar por ele e trazê-lo para mais perto de Jesus. As atividades propostas para essa faixa etária também devem seguir as principais datas da igreja, como explicado acima. Para essa Maratona, dá-se o nome Juntos em Missão. Ela será promovida pelo Ministério Jovem e do Adolescente, nas classes de Escola Sabatina e nos projetos já existentes nas igrejas, destinados a esses grupos, como Geração 148.

A grande Maratona culminará em um evento chamado Together, que acontecerá no final do ano, em Brasília. “O Together não será um campori jovem, um congresso jovem, uma mega vigília ou um simpósio. Mas ele junta bons elementos de todos esses eventos produzidos pela igreja, e se torna uma experiência surpreendente”, explica Lelis Silva, líder Jovem para todo o Centro-Oeste.

Outra ênfase dada a esse movimento é na adoração. O Adorando Juntos tem o objetivo de alcançar a todas as faixas etárias e promover a interação e integração de jovens, adultos, crianças e idosos no momento de adoração dos cultos. “A adoração é muito mais do que liturgia”, afirma o pastor Manoel Nunes, líder de Pequenos Grupos para o Centro-Oeste. “Quantas vezes vamos à igreja, acompanhamos toda a liturgia do culto, cantamos e oramos, mas ficamos conectados aos nossos celulares, ignorando as pessoas ao redor e nos esquecendo da presença de Deus?!”, reflete.

O movimento Juntos veio para reafirmar a visão bíblica que consiste no discipulado relacional e é resumida na frase “Ser igreja é ser amigo”. Acredita-se que para exercer a missão do verdadeiro evangelho pregado por Cristo é preciso se relacionar com pessoas, amando-as incondicionalmente e trazendo-as para mais perto de si, para que conheçam a Jesus.

Para saber mais sobre o movimento Juntos, acesse: juntos2019.com.br

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox