Notícias Adventistas

XIII Aventuri destaca os sonhos de Deus para as crianças

Evento realizado em Canelinha usou da diversão para ensinar as crianças sobre o plano da salvação

Por Daniel Gonçalves 26 de novembro de 2018

Líderes declaram aberto o XIII de Aventuri

Máquina dos Sonhos, esse foi o tema do XIII Aventuri da Associação Catarinense – AC (Igreja Adventista na região centro sul de Santa Catarina). Um encontro de 1.600 crianças de 6 a 9 anos que, através de muitas atividades lúdicas, se sentiram amigas de Cristo. O evento aconteceu em Canelinha, cidade há 60 km da capital, e teve como convidados especiais a Tia Cecéu (Novo Tempo) e a equipe do Teatro Gil e Cris (Venturinho) para desvendarem os desejos de Deus para as crianças.

“Essas crianças têm muitos sonhos e terão muito mais conforme forem crescendo. Mas Deus tem um plano maior para que elas vivam em um ‘Aventuri’ eterno ao lado de Jesus”, explica o pastor Joel Morais, líder dos Aventureiros – AC. O bonito local esteve rodeado de verde, córrego, brinquedos e ambiente seguro para as crianças se sentirem felizes e entenderem que esse sentimento será parecido no céu. O evento aconteceu neste fim de semana, 23 a 25 de novembro, em um CTG do município.

Um dos diferenciais foi a presença de muitos pais, que se envolvem nos clubes e tornam toda a família participante do clube. “Podemos ver muitos pais participando, ajudando os clubes. Isso faz toda a família estar ativa na igreja e firme da missão. E o mais interessante que em alguns casos falamos de pais que não estavam envolvidos, mas que por quererem dar uma melhor estrutura ao filho, se envolvem no clube e fazem a diferença para muitas outras crianças”, acrescenta Luciene Falcão A. Mascarenhas, coordenadora de regionais dos Aventureiros.

Entre as muitas atividades, destaque para um carrossel de atividades no sábado à tarde, onde as crianças participaram de brincadeiras para entender melhor a Bíblia e até para se exercitarem mais. “As crianças estão muito ligadas em celulares e tablets e por isso nós tivemos um momento em que elas apenas faziam exercícios físicos simples. E elas gostaram. Desligamos elas do mundo virtual para se ligarem no mundo de Deus”, afirma o pastor Joel.

“Eu brinquei tanto que não queria que terminasse o acampamento. Estar com meus amigos, meus pais e nesse local cheio de coisas legais valeu a pena. Em me diverti, inclusive nas programações do auditório. Acho que Deus estava aqui com a gente”, comenta Ricardo Ostermayer, de Florianópolis. “Meu desejo era que cada aventureiro tenha ouvido a voz de Deus através das surpresas que preparamos. E acho que alcançamos esse objetivo”, finaliza Joel.

Fotos de Filemon Heck

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox