Notícias Adventistas

Visão cristã sobre família é tema de Concílio Pastoral na Serra Gaúcha

Escolhidos com um Propósito foi o tema do III Concílio da Família Ministerial da ACSR

Por Douglas Pessoa, com informações de Keiny Goulart 8 de fevereiro de 2021

Encontro reuniu 60 famílias pastorais Foto: Bianca Lorini

Pastores que dirigem igrejas, colégios e escolas no centro do Rio Grande do Sul participaram, entre os dias 02 e 04 de fevereiro, da terceira edição do Concílio da Família Ministerial. O evento dá início oficial aos projetos e trabalhos que serão desempenhados por eles no decorrer de 2021 e também busca valorizar o serviço ao ministério. Como o próprio nome sugere, diferente de outros encontros na qual eles participam, nesta edição as famílias pastorais estiveram presentes e se envolveram ativamente com o encontro.

O evento contou com a presença de palestrantes e cantores, como a psicóloga Simone Boery e a Cintia Alves, além líderes do escritório que administra a Igreja Adventista nos três estados do Sul (USB). Essa edição, que contou com mais de 60 famílias, aconteceu em Nova Petrópolis, na Serra Gaúcha. Segundo o pastor Marcos Júnior, líder do escritório adventista no centro do RS, a importância da família no trabalho do pastor é imensa porque a esposa e os filhos também fazem parte deste ministério. “A importância de valorizarmos a família é porque o ministério não é só do Pastor. ele também pertence a esposa e os filhos. Então, quando eles vêm para o encontro na qual o propósito da família ministerial é abordado, eles passam a entender melhor o trabalho. Eles compreendem que Deus os chamou e que todos são vocacionados para este serviço”, explica o pastor.

Para que os participantes tivesse um melhor proveito da programação, os organizadores do encontro se preocuparam com detalhes relacionado às crianças. Uma equipe foi treinada para atender e cuidar dos filhos dos casais que estivessem acima da faixa etária de dois anos.  Sob a direção de Samara Zabel, líder do Ministério da Criança e Adolescente, os ajudantes cuidaram de todas as crianças e contribuíram com a qualificação de seus pais. “O evento trouxe novos amiguinhos e muitas brincadeiras durante todo o dia”, afirmou João Pedro, de 4 anos, filho do pastor Henrique e Karini Gatto, que atuam em São Borja. Segundo o mesmo pastor, essa iniciativa ajudou no aproveitamento do evento. “Foi uma ótima ideia, pois permitiu nos concentrarmos com tranquilidade tanto na hora da programação para os pastores como para as esposas. Estivemos seguros de que nossos filhos estavam em boas mãos.”

Presença quase anual nos eventos da Igreja Adventista no Rio Grande do Sul, a cantora Cíntia Alves ressaltou a importância de um encontro de renovação espiritual após o conturbado ano de 2020. “Realizar um evento como esse tema mostra que, nos momentos de incertezas que estamos vivendo, ter a certeza de que somos escolhidos com um propósito pelo Senhor, é um verdadeiro bálsamo!”, conclui.

Além das famílias que já atuam no Ministério, essa edição contou ainda com a capacitação dos novos pastores aspirantes. Ou seja, aqueles que estão nos primeiros anos de trabalho eclesiástico. Para o pastor Marlinton Lopes, líder da Igreja Adventista do Sétimo dia para os estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, o evento ajudará a dar experiência para os novos ministros. “Um Pastor quando está no início do Ministério tem muita teoria, muitos sonhos, mas ainda não sabe como executá-los. Em um concílio, ele junta os dois lados: ele ouve uma agenda adaptada à realidade do lugar onde ele está, porque tem os colegas com situações semelhantes.  O evento serviu para cada um agregar na teoria e na prática. Foi uma celebração, um momento de receber inspiração porque os temas são impactantes na vida deles. Assim, eles entendem são somente o que devem fazer, mas também como fazer”, explica.

Fotos: Bianca Lorini, Keiny Goulart, Claudete Cardoso e Marlon Bruno.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox