Notícias Adventistas

Universitários adventistas participam de congresso no Norte de Minas

Encontro possibilitou conhecimentos sobre o criacionismo e o evolucionismo

Por Samuel Nunes 13 de novembro de 2018

Universitários de vários lugares participaram do evento promovido pelo Ministério Jovem
( Foto: Jobert Jamis)

Joel Junior, 23 anos, está no 9° período de engenharia civil em uma faculdade particular em Montes Claros. Dedica boa parte do dia aos estudos, pois como gosta de afirmar, cursar engenharia é um sonho de criança.

“A escolha por engenharia civil se deve a um sonho de criança e também por influência dos meus pais. Dedico quase nove horas por dia para os estudos”, conta Joel.

Já Fagner Alcantara da Rocha, cinco anos atrás deixou o curso de administração, e devido à sobrecarga no trabalho, não prosseguiu os estudos. Ele é empresário na área de publicidade indoor (Formato de propaganda que pode ser encontrado em casas lotéricas, shoppings, recepções em geral)

Fagner Alcantara saiu motivado do evento
( Foto: Álbum de família)

“Fiz apenas um período de administração, a ideia era ingressar em uma agência bancária, entretanto, parei os estudos e fui empreender em outras áreas. Ou seja, infelizmente deixei de investir em mim no que se refere ao estudo”, lamenta Fagner.

Diferentes realidades x Sonhos

Joel e Fagner moram em cidades diferentes, atuam em diferentes áreas, tem também sonhos diferentes. No entanto, tem algo em comum: ambos são da Igreja Adventista do 7º Dia e participaram de um encontro de jovens universitários promovido pelo Ministério Jovem da Missão Mineira Norte- sede administrativa da Igreja Adventista do 7º Dia para o Norte e Noroeste de MG neste sábado, 10, em Montes Claros.

Fagner afirma que ter participado do encontro o motivou a tal ponto de ter brotado novamente no seu coração o desejo de voltar a estudar.

“Vou atrás do meu sonho que é fazer marketing. O encontro de universitários me mostrou que devo estudar, me preparar melhor para o mercado de trabalho”, frisa Fagner.

Desafios x conhecimento

Pastor Deusdeth Filho, líder do Ministério Jovem na região, afirma que o tema do encontro, Razão da Fé, foi minuciosamente analisado e escolhido para ser trabalhado com os universitários.

“Foi mostrada para os nossos jovens a relevância da fé na criação bíblica, a importância de estar firmado na  Palavra de Deus e nos escritos proféticos. Os jovens universitários também compreenderam um pouco mais, através de alguns testemunhos, que a fidelidade a Deus no ambiente universitário é possível”, assevera pastor Deusdeth.

Na concepção de Joel Filho, ter participado do encontro de universitários, possibilitou a ele aumentar os conhecimentos sobre o criacionismo e o evolucionismo.

Joel Junior: É possível darmos um bom testemunho para professores e colegas acadêmicos
(Foto: Álbum de família)

“Além de orientar os universitários sobre alguns temas apresentados na nossa doutrina, podemos ter o apoio quando ocorrer algum problema relacionado ao sábado, pois através da associação que será criada, vamos ter um acompanhamento e encontros para discutir nossas demandas”, destaca Joel.

Quanto aos desafios enfrentados pelos jovens adventistas em uma faculdade, Joel nomina a rotina de estudos que é puxada e também a “dificuldade de encaixar a religião com a faculdade, pois muitas das atividades relacionadas com o curso são aos sábados ou sexta-feira à noite”.

Firmes nos princípios

Queila de Souza, graduada em Ciências Biológicas pela UFMG- Universidade Federal do Espírito Santo, com Mestrado e Doutorado em Biologia Vegetal pela Unicamp e professora titular na Universidade Federal de Minas Gerais, palestrante do evento, lembra que as diferentes situações de enfrentamento filosófico e ideológico, às quais os jovens são expostos dentro das universidades, demandam um embasamento teórico e uma rede de suporte técnico, emocional e espiritual, para que mantenham-se firmes aos princípios cristãos.

“A Igreja Adventista do Sétimo Dia, como uma instituição que deve prezar por uma educação completa e de qualidade, tem um papel importante neste aspecto, de forma a tomar para si a responsabilidade de promover e apoiar reuniões de jovens universitários e pré-universitários com o intuito de instruí-los para esta fase da vida”, afirma Queila.

Pastor Deusdeth Filho: O encontro alcançou o objetivo
( Foto: Jobert Jamis)

Ela ressalta que reuniões regulares de pequenos grupos e congressos mais abrangentes, com o propósito de discutir assuntos como a filosofia das origens e a importância do estudo da Bíblia e da oração, bem como de compartilhar testemunhos pessoais, contribuem para fortalecer a fé e a identidade do jovem adventista.

O jovem adventista deve ser um farol a brilhar por Jesus e, no contexto atual, especialmente dentro das universidades. Em primeiro plano, é importante ter conhecimento do seu valor pessoal e da missão do cristão na sociedade. Esta etapa exige um embasamento teórico e uma experiência pessoal com Deus, por meio do estudo da Bíblia e dos livros do Espírito de Profecia e da oração. Além disto, é necessário agregar o aprendizado de assuntos diversos e, especialmente aos relacionados à área profissional escolhida, para que seja culto e tenha destaque entre seus pares. Este propósito é alcançado por meio do estudo aprofundado de livros técnicos da área específica e da leitura de livros que tratam de assuntos diversos”, garante a professora Queila.

Importância da leitura

Queila Garcia: O jovem adventista deve ser um farol a brilhar por Jesus especialmente dentro das universidades
(Foto: Jobert Jamis)

Queila Garcia explica que o cérebro humano foi desenhado para funções cognitivas complexas e que, portanto, “não deve ser desperdiçado com leituras superficiais e, algumas vezes falsas, de redes sociais”.

Ela enfatiza a importância da leitura para o desenvolvimento intelectual do estudante.

“Ler livros com conteúdo denso e linguagem elaborada, ouvir boa música (como a clássica), aprender outras línguas, praticar a redação de textos inteligentes, são formas eficientes de otimizar o uso do cérebro e tornar-se intelectualmente preparado para uma vida profissional, social e espiritual profícua, embora pareça antiquado, frente às modernas mídias sociais instantâneas, ainda é a única maneira de um jovem destacar-se positivamente na sociedade e adquirir autoridade para representar Jesus”, frisa Queila.

Associação de Universitários

E atenta aos desafios que permeiam o dia a dia dos universitários no Norte e Noroeste de MG, o Ministério Jovem da Missão Mineira Norte decidiu formar durante o encontro com os universitários, a Associação de Universitários Adventistas do Norte e Noroeste de MG.

A Associação será coordenada pelo jovem advogado Arnon Arruda Simões, recém saído da faculdade, mas que mantém contato com a academia.

“Montes Claros recebe universitários adventistas das mais diversas cidades do Norte de Minas, que, longe da família e dos amigos, muitas vezes esfriam na fé. Outra dificuldade recorrente reside nas atividades acadêmicas marcadas aos sábados. Por tais razões, a Associação de Universitários Adventistas do Norte e Noroeste de Minas ocupará um papel de destaque para nossos jovens”, avalia Arnon.

Interação 

Elias Dias: Programa que levou todos a uma profunda reflexão sobre a importância da fidelidade
(Foto: Jobert Jamis)

Para o administrador financeiro e departamental de Educação da Missão Mineira Norte, o congresso foi também uma oportunidade para o jovem universitário interagir e apreender como melhor servir a Deus, mantendo viva a identidade criacionista baseado no relato Bíblico. “Através da ciência foi apresentado a perfeição divina ao criar todas as coisas. Através da fé vimos que os propósitos de Deus para humanidade vai além de sua compreensão. Um programa dinâmico, bem organizado e que levou todos a uma profunda reflexão sobre a importância da fidelidade aos princípios e valores que norteiam as nossas crenças”, finaliza Dias.

Veja a galeria com fotos do evento:

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox