Notícias Adventistas

Simpósio Criacionista traz palestras sobre Design Inteligente e Origem dos Povos e das Línguas

Estudiosos dialogaram sobre os temas para cerca de 130 inscritos em Xanxerê-SC

Por Paulo Ribeiro 22 de agosto de 2019

Palestrantes respondem perguntas do público.[Foto: Paulo Ribeiro].

Um Simpósio de Criacionismo reuniu cerca de 130 pessoas na Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), campus Xanxerê, na tarde último sábado, 17 de agosto. O encontro foi organizado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia local e, além de sua comunidade, reuniu fiéis de outras denominações cristãs. Por meio de duas palestras, estudiosos dialogaram sobre a Teoria do Design Inteligente (TDI) e a Origem dos Povos e das Línguas.

A primeira palestra da tarde foi ministrada por Alexandre Kretzschmar, fundador do projeto “Onze de Gênesis”, o qual serviu como base para coleta de dados e escrita do seu livro que recebe o mesmo nome, é também diretor executivo do Núcleo Blumenauense da Sociedade Criacionista Brasileira (NBLU-SCB) e membro do Núcleo Maringaense da SCB (Numar-SCB).

Em sua explanação, Kretzschmar falou sobre a origem dos povos e das línguas.”A principal evidência para defender a origem dos povos é a arqueológica, e dentro dessa evidência a principal é a Mitologia Comparada. Se as histórias das civilizações ao longo do tempo forem reduzidas e separadas com os elementos que se repetem, percebe-se que elas trazem evidências que o relato Bíblico também é real”, defende Kretzschmar.

Já a segunda e última palestra da tarde, foi ministrado por Everton Fernando Alves, mestre em Ciências e pós-graduado em Paleontologia e Cultura. Atua como monitor de Paleontologia no Museu Dinâmico Interdisciplinar (MUDI), o maior museu de ciências do Estado do Paraná e o segundo maior do sul do Brasil. Coordenador do Curso de Extensão Paleontologia básica: conceitos, técnicas e desafios contemporâneos do MUDI. Alves também é autor dos livros “Revisitando as Origens Teoria do Design Inteligente“. 

“O Design Inteligente é tão importante para nós cristãos exatamente porque ele foge daquela ideia de não falar sobre Deus dentro das universidades. Hoje as pessoas tem um preconceito muito grande com o Criacionismo, por isso que o Designer Inteligente é tão interessante para nossa comunidade, ela é uma teoria científica, testável. Há todo um rigor científico antes de afirmar que um objeto não é obra do acaso”, defende Alves.

De acordo com um dos organizadores do evento, pastor Matheus Alves, a ideia de fazer o Simpósio de Criacionismo este ano era para dar continuidade a um projeto que iniciaram no ano passado com a realização do Seminário de Arqueologia. Alves também diz que há a intenção de promoverem um encontro universitário como esses a cada dois anos em sua região de atuação, promovendo diálogos entre ciência e religião.

“Os nossos dois objetivos principais de promovermos estes encontros são: em primeiro lugar, fortalecer a fé dos membros da igreja, especialmente dos nossos jovens universitários, para que possam estar aptos a dar ‘razão da nossa fé’; e um segundo objetivo é despertar o interesse da comunidade para um estudo sério de assuntos relacionados à Palavra de Deus”, explica o pastor.

 

 

.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox