Notícias Adventistas

Ribeirão Preto adota projeto Quebrando o Silêncio no calendário oficial do município

Projeto contra abuso e violência é aprovado por unanimidade na Câmara Municipal da maior cidade do oeste paulista

5 de setembro de 2014
Cerca de 300 pessoas participam da ação do e Quebrando o Silêncio em Ribeirão Preto

Cerca de 300 pessoas participam da ação Quebrando o Silêncio em Ribeirão Preto

Ribeirão Preto, SP… [ASN] O projeto do Quebrando o Silêncio foi votado e aprovado por unanimidade na Câmara Municipal de Ribeirão Preto, maior cidade do oeste paulista. O voto estabeleceu o quarto sábado do mês de agosto como a data oficial para o projeto na cidade.

A ementa foi apresentada pelo vereador Ricardo Silva na Câmara Municipal e em 14 de agosto foi aprovada. O requerimento encaminhado trata-se de Congratulações à Igreja Adventista do Sétimo Dia pelo projeto. “Quando fui convidar o vereador Ricardo Silva para participar do Quebrando o Silêncio, senti que deveria pedir para ele aprovar o projeto e ele me falou que iria fazer mais que isso, e levar a ideia de estabelecer uma data oficial”, destaca o pastor na região, Paulo Stina.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Passeata e ações

Da esquerda para direita: vereadora Gláucia, Leila (esposa do pastor Stina) e Marli Maciel

Da esquerda para direita: vereadora Gláucia, Leila (esposa do pastor Stina) e Marli Maciel

A mobilização do Quebrando o Silêncio foi durante todo o sábado 9 de agosto. No sábado a tarde foi realizada uma passeata pelo bairro Quintino Facci II com cerca de 300 participantes incluindo membros, Desbravadores, Aventureiros e autoridades locais. A passeata foi seguida de uma reunião ao ar livre com participação de vários grupos musicais e da professora Marli Maciel, líder do departamento da Mulher e coordenadora do evento em todo o oeste paulista.

A ação contou com a presença de várias autoridades civis e militares como: o deputado estadual Rafael Silva e esposa; vereador Ricardo Silva (autor do projeto votado na Câmara Municipal); vereadora Gláucia Berenice (presidente da comissão contra violência a mulheres, crianças e idosos na Câmara); Alexandre Maraca (Secretário da Cultura); e Luiz Antônio (1º Sargento da Polícia Militar). [Equipe ASN, Suellen Timm]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox