Notícias Adventistas

Jovem com câncer cruza metade do País para participar do Reset

Ao longo de quatro dias, 10 mil pessoas se reuniram para "recomeçar" sua experiência com Deus.

Por Anne Seixas 19 de novembro de 2018
reset

O pastor Odailson Fonseca convidou Rosângela ao palco para contar um pouco de sua história Foto: Jéssica Moraes

Para participar de um evento como o Reset, acampamento de jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia no norte do Brasil, uma série de requisitos precisa ser cumprida. A primeira delas é ser parte de uma sociedade jovem. Esse é um grupo organizado pelas igrejas locais que mensalmente promovem ações sociais, se reúnem para o estudo da Bíblia e fortalecem o espírito de comunidade.

Rosângela Cardoso é professora de Educação Física em uma das escolas da Rede de Educação Adventista e é líder de jovens em Tucuruí, no sul do Pará. Mas a jornada dela para chegar até Castanhal, no nordeste paraense, cidade onde o evento aconteceu, não foi assim tão simples.

“Há dois anos eu comecei a sentir dores para respirar. Os médicos, a princípio, disseram que era uma ‘ressaca’ da pneumonia que eu tinha tido e que ia passar”, conta Rosângela. Um ano depois, com as dores ainda mais fortes, procurou novamente uma unidade hospitalar para tentar descobrir o que causava o desconforto. Depois de vários exames, o diagnóstico foi de que a dor tinha origem emocional. Com isso, ela começou a tomar remédios que mudaram sua rotina. No entanto, os sintomas só pioravam.

Uma nova realidade

Em maio de 2018, não aguentando mais conviver com aquela situação, ela procurou um médico. Na ocasião, era voluntária no projeto Missão Calebe. Assim que voltou para casa, procurou uma Unidade de Pronto Atendimento. De lá, foi encaminhada para outro hospital. Ali, mais exames foram feitos e encaminhados para São Paulo.

O diagnóstico foi confirmado: câncer na pleura. “Ali eu fiquei desesperada. Não sabia o que ia acontecer comigo”, explica em meio a lágrimas. Na mesma época acontecia um acampamento de jovens em sua região e que ela tinha batalhado para possibilitar a ida de sua sociedade. Foi lá que souberam da doença da líder.

Toda a programação contou com intérpretes da Língua Brasileira de Sinais

“Eu fiquei muito triste de não poder ir. Tinha trabalhado muito para aquele acampamento e sofri muito”, declara. A partir daquele momento, ela se mudou para Barretos, no interior paulista, para começar seu tratamento contra o câncer. Os médicos a informaram que a possibilidade de cura era muito pequena, mas ela não desistiu.

Enquanto isso, insistiu com a amiga e chefe para que fizesse sua inscrição para o Reset, que aconteceu entre 14 e 18 de novembro de 2018 e reuniu jovens do Pará, Amapá e Maranhão. O termo vem da língua inglesa e é muito usado no universo dos jogos. O principal significado é “recomeçar”.

Com medo de agravar o estado de saúde de Rosângela, todos a aconselhavam a não ir. Mesmo assim, pagou a inscrição, o transporte e decidiu que iria. Dependia, então, do aval do médico que cuida de seu tratamento. Autorização dada, era só começar a viagem. “Estar aqui pra mim é um sonho. Eu não sei o que vai acontecer comigo, mas a sensação de estar no ‘AcampJA’ é de muita felicidade”, exclama. “Sinto que aqui é um recomeço pra mim. Eu não sei porque Deus permitiu essa doença, mas eu sei que tem um propósito se eu viver ou se eu morrer.”

Seu aniversário ocorreu na quinta-feira, 15, e os amigos prepararam um bolo para comemorar. Na sexta, o pastor Odailson Fonseca, um dos oradores do evento, conheceu a moça. Ele a levou ao palco e contou um pouco de sua história. Os 10 mil jovens que enchiam a arena cantaram “Parabéns para você”. As lágrimas rolaram pelo rosto de muitos dos que presenciaram a cena.

Matheus tomou a decisão pelo rebatismo ao ser tocado pelos sermões

Novo compromisso com Deus

Em meio a muitas histórias, outras pessoas foram influenciadas pela programação. Durante as manhãs, o pastor Rafael Santos fez os sermões. Todos viram o dia clarear durante os momentos de comunhão com Deus. Matheus Gomes, de 20 anos, foi tocado pelo que ouviu. “Eu não sabia que ia me batizar até ontem (dia 16) de manhã”, conta. “Foi bem interessante porque estou conhecendo Jesus por quem Ele é e não por quem dizem que Ele é”, explica o jovem que foi membro da Igreja Adventista desde a infância, mas estava afastado das atividades religiosas há alguns anos. “Dessa vez volto apaixonado por aquilo que estou fazendo, e não apenas por rotina.”

Assista a abertura do evento:

Rotina, aliás, foi algo que não existiu ao longo do evento. Todos os dias, os acampantes tinham atividades diferentes que iam de aventura a ações sociais, passeio em um parque aquático e palestras sobre temas diversos. Ainda estiveram presentes Art Trio, Roberta Spitaletti, Daniel Lüdtke, Jeferson Pillar, Arautos do Rei, Laura Morena e Rafaela Pinho, que cantaram clássicos de suas carreiras e novidades para o público. Além do pastor Odailson Fonseca, os pastores Rafael Santos e Carlos Campitelli também falaram aos participantes.

Jovens participam de atividades recreativas e esportivas (Foto: Jéssica Moraes)

A animação despertou a atenção do pastor Gary Blanchard, líder mundial de jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia. “Aprendi uma coisa maravilhosas sobre os brasileiros: eles adoram a Deus em espírito e em verdade. Estou muito impressionado e emocionado. Às vezes tenho um tradutor me explicando o que está acontecendo, mas isso não importa. Fui envolvido no sentimento de que Deus está aqui, e ver tantos jovens adorando me toca”, admite o norte-americano.

Para o pastor Eduardo Batista, organizador do evento e líder de jovens para os três Estados, realizar algo desse tamanho “parece uma ideia maluca”. Ele reforça a importância de ter uma equipe estruturada para cuidar desde a segurança, alimentação, limpeza, infraestutura, das transmissões ao vivo e da programação.

“Muitas vezes nós nos perdemos pelo caminho, fazemos escolhas erradas para a nossa felicidade. E aí é preciso “resetar”, é preciso começar de novo, desfazer o que foi feito e Deus nos dá essa oportunidade. Esse desafio desses quatro dias foi para que cada jovem recomeçasse a sua história com Deus”, pontua Batista.

10.000 pessoas se reuniram diariamente antes do amanhecer para participar dos cultos (Foto: Jhonatan Cunha)

Toda a programação está disponível no canal Adventistas Norte, no YouTube, e as fotos podem ser vistas no Instagram ou Facebook. O acampamento ainda foi destaque na imprensa local com cobertura de rádios, televisões e portais.

Veja a galeria com fotos do evento:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox