Notícias Adventistas

Realizado em Palmas o segundo congresso para Pequenos Grupos

O congresso de pequenos grupos da Missão do Tocantins contou com palestras e workshops para capacitação dos líderes

Por Gabriela Porto 29 de abril de 2019

Departamento de Pequenos Grupos da Sede Administrativa da Missão do Tocantins realizou nesse final de semana, 27 e 28 de abril, o segundo congresso de pequenos grupos com tema “Uma Igreja em Movimento”. Com palestras sobre como ser uma igreja sadia, o evento enfatizou também a integração de pequenos grupos nas atividades e programações da IASD no Estado.
Compareceu cerca de quatrocentos e cinquenta líderes e participantes dos distritos das igrejas do Estado do Tocantins, e tiveram a oportunidade de compreender quais são os trabalhos e envolvimentos dos pequenos grupos nas comunidades e a importância da integração desses grupos com o ministério da Escola Sabatina, falando sobre a missão de fazer discipulado e de crescimento espiritual das igrejas locais. Faz parte ainda dessa missão o fazer discípulos através do fortalecimento do culto, da fé, da fraternidade, relacionamento, da generosidade e de ações missionárias.
“A comunidade é o ambiente perfeito para que pessoas conheçam a Cristo. Conhecimento vivo e real, aliás, eu digo que a comunidade é aonde o evangelho é desenvolvido, é vivido, ele válida o evangelho. Então esse aspecto do cuidado de uns para com os outros, faz com que o perdido, observe isso e veja como que vive uma pessoa que foi transformada uma pessoa que de fato se encontrou com Cristo. Um exemplo é quando citamos as igrejas primitivas. Eles viviam em comunidade, mas não viviam para si mesmo, essa comunidade tinha o intuito de salvar. E é por isso que enfatizamos que é na comunidade que temos o exercício da missão de conquistar pessoas para o reino de Cristo”, comentou pastor Manoel Nunes, líder para as áreas de Pequenos Grupos e Saúde da UCOB.
A programação proporcionou aos participantes workshop, no qual, tiveram a oportunidade de se envolverem de maneira prática, dinâmica, como uma oficina de ideias e conceitos sobre grupos. Diversos temas foram abordados nas oficinas, como: “Uma igreja que salva” tema abordado pelo palestrante Adeilton da Silva, pastor distrital em Tangará da Serra-MT, “Uma igreja que cuida” ministrado por Ivanir Sobrinho, “Uma igreja que discipula” ministrado por José Divino líder de pequenos grupos no Mato Grosso, “O poder do pertencimento” palestrado pelo pastor Herson Alves, distrital da Igreja Central de Palmas, “Pequenos grupos e o Envolvimento na Missão” palestrado pelo pastor distrital da IASD 706 sul em Palmas Manoel Messias, “Um ambiente de transformação” palestrado pelo pastor Manoel Nunes, “O papel do líder do pequeno grupo” palestrado pelo pastor Nilton Lima, “Discipulando a nova geração” palestrado por Welligton dos Santos, líder e coordenador distrital de pequenos grupos, coordenador do movimento Espiritual de Jejum e Oração, que acontece nas redes sociais com mais de duas mil pessoas para todo o Brasil e “Integração de pequenos grupos e Escola Sabatina” ministrado pelo pastor Wesley Moraes, distrital da IASD de Porto Nacional.
A importância de um workshop também é para integrar outras regiões e fundamentar novas ideias. E são através desses grupos que ações das igrejas no Estado são pautadas, principalmente no foco de discipular novas pessoas. Pastor Régerson Molitor, departamental e líder responsável pelos pequenos grupos da Missão do Tocantins ressaltou o objetivo do congresso. “O objetivo do congresso desse ano foi trazer o maior número de líderes, lideres aprendizes, pessoas que estão diretamente envolvidas com os pequenos grupos, pois esse é o momento não apenas para confraternizar, mas trocar ideias, renovar visão, e motiva-los para que eles possam retornar para suas igrejas e lá envolver os amigos a participarem e cumprir a missão que é o de cuidar um dos outros, pois esse é um dos principais objetivos de um PG, assim como, levar a mensagem para pessoas que estão fora da igreja, pregando o evangelho e cumprindo a missão”
O presidente  da sede administrativa da IASD no Tocantins, pastor Evaldo Oliveira estava presente nos dois dias de evento e destacou também o objetivo e sonho para as igrejas no Estado, ” O objetivo do nosso evento, é exatamente o que o nome já sugere, uma igreja em movimento, e esse é o nosso sonho, o sonho de Deus para nossas igrejas aqui no Tocantins, uma igreja que cuida, que salva, uma igreja que de fato esteja preocupada com o perdido, porém para que isso ocorra, precisamos estar unidos e principalmente focado na salvação do perdido. Esse é o nosso objetivo, fortalecer essa ideia. E assim viver o ideal de Deus”
Uma das surpresas do evento também, foi a participação do grupo vocal Kerix, que apresentou uma composição com o tema do programa. Noemi Zukowski, musicista no Instituto Federal do Tocantins, responsável pelo grupo e compositora da musica tema do congresso, deu destaque também para o evento, ” Quando se trata de igreja, pequenos grupos, que foi o grande propósito aqui do evento, capacitar, unir mais e reforçar esse conceito de uma igreja em movimento, que é algo amplo, mas que nos força a entender que a igreja precisa estar em constante movimento para a salvação e ao me inteirar desse tema, Jesus nos deu uma musica para estar partilhando com nosso amigos e irmãos de todo o Estado. Buscamos através da música, que é um elo fantástico de salvação. Esse é o nosso grande desejo de continuar louvando a Deus em pequenos e grandes grupos como a igreja escolhida por Jesus para apressar a sua volta, uma igreja em movimento para salvar e livrar o perdido das garras do mal”

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox