Notícias Adventistas

Projeto “Os Dois Ministros” é lançado no Centro-Oeste

O objetivo é que cada distrito tenha um colportor que se una ao seu pastor para ser um segundo ministro em sua região

24 de setembro de 2018

Por Jenny Vieira

O projeto foi idealizado pela Igreja na América do Sul e, aos poucos, deve chegar em todos os estados desta região. FOTO: George Rocha

Ilton Urcino, é projetista e nunca colportou. Mas, pela resposta de um sonho que teve, entendeu que era plano de Deus para sua vida que ele seguisse novos rumos. Aceitou o convite do seu pastor e saiu de Campos Belos – GO para participar do evento que aconteceu no último final de semana, em Brasília. Aqui, descobriu que colportagem era mais do que ele conhecia. “Eu tinha uma imagem muito vaga do que era a colportagem. Depois de ouvir tudo o que foi falado aqui, eu entendo que é uma grande responsabilidade e eu estou disposto a ser um segundo ministro no meu distrito, ajudando o meu pastor a cuidar dos seus membros e apresentar para outras pessoas o amor de Deus, através da página impressa”, relatou.

Estiveram reunidos os líderes de Publicações dos cinco estados, os líderes das campanhas de colportagem e, ainda, alguns colportores evagelistas

Há dois anos que o projeto Dois Ministros tem tomado forma e se consolidado na América do Sul. No Centro-Oeste do país, os líderes da igreja para a área de Colportagem e Publicações, se reuniram em um encontro regional, entre os dias 20 e 24, para o lançamento do programa, para os cinco estados que compõem esta região (MT, MS, GO, DF e TO).

“’Os Dois Ministros’ não representa a penas um projeto, mas também um conceito. Nós temos os sonho de que os colportores possam trabalhar e viver integrados com os pastores locais”, explicou o pastor Tércio Marques, líder de Publicações para oito países da América do Sul e idealizador do projeto.

Segundo ele, a ideia é um resgate da origem do trabalho do colportor, que, desde o princípio, deveria ser um facilitador do trabalho do pastor na igreja. “O colportor abre caminhos, levando publicações e, logo em seguida, vem o pastor para explicar mais sobre o evangelho e o amor de Deus”, complementa.

Leia mais:

Projeto “Os Dois Ministros” ampliou resultados do evangelismo em 2017

Projeto “Os Dois Ministros” inspira união de pastor e colportor na evangelização 

 

Em parceria com seus esposos, elas desenvolvem um trabalho voluntário com as mulheres dos colportores

Além do novo conceito de trabalho passado para os líderes, cada região foi premiada de acordo com as ações realizadas durante o ano. Entre as premiações, foram destacadas as líderes da Ala Feminina da Colportagem (AFEC), elas realizam um trabalho voluntário com as esposas dos colportores e também foram premiadas pelo trabalho que têm desenvolvido.

Também esteve presente no evento o pastor Howard Faigao, que foi líder deste departamento para a Igreja Adventista no Mundo, entre os anos de 2000 e 2015. Em sua mensagem, encorajou os participantes a continuarem a exercer sua função com todo o coração. “Todos os que estão na igreja de Cristo, foram chamados de alguma forma para pregarem o evangelho, mas existe um outro chamado que não é para todos. Deus procurara trabalhadores dentro de sua igreja para serem colportores evangelistas e poucos aceitam esse desafio. Por isso, são especiais”, reafirmou.

“Quando nós unimos o ministério pastoral e o ministério da colportagem, temos muito mais força de pregação do evangelho. O nosso plano é lançar este conceito em todos os estados da região Centro-Oeste, para que possamos ter em cada distrito pastoral um segundo ministro”, enfatizou o pastor Richard Figueiredo, líder de Publicações para esta região.

Os novos colportores participaram de workshops de todas as áreas da colportagem para saberem em qual trabalho mais se identificam.

A colportagem oferece diferentes áreas de atuação para os profissionais. Existe espaço para profissionais da saúde, para quem gosta de trabalhar diretamente com palestras em igrejas e empresas, com revistas para crianças e outras. “Hoje, quem entra para esse ministério tem a oportunidade de construir um plano de carreira dentro da colportagem. Nosso objetivo é que os profissionais não entrem para ficar pouco tempo, mas para exercer um ministério até a volta de Cristo”, incentivou Figueiredo.

Para ser um colportor, entre em contato com o seu pastor local e conheça mais sobre este ministério.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox