Notícias Adventistas

Projeto de oração alcança 150 mil pessoas e incentiva novos projetos

10 Dias de Oração e 10 Horas de Jejum mobilizou membros a serem voluntários.

4 de março de 2016

Líder do Ministério da Família participa de encerramento do projeto de oração. [Foto/Misa Gruber]

Líder do Ministério da Família participa de encerramento do projeto de oração. [Foto/Ellen Melo]

São Paulo, SP… [ASN] O projeto 10 Dias de Oração e 10 Horas de Jejum terminou no sábado, 27, entretanto o resultado da programação é observado nos membros da Igreja Adventista do Tatuapé a longo prazo. Cerca de 25 jovens aceitaram o desafio de fundar uma Igreja Adventista na cidade de Rondonópolis (MT), em julho deste ano, com o Missão Calebe.

Saiba mais
Projeto 10 Dias de Oração ganha força em redes sociais

A motivação surgiu durante a programação de encerramento do projeto de oração, no sábado. No templo, a voluntária Larissa Vieira, 24 anos, contou a experiência de trabalhar um ano como missionária. Em 2012, Larissa ajudou a organizar uma igreja no município de Sorriso (MT).

O projeto ganhou o nome de Mission Trip Tatuapé. “Será a primeira equipe de Missão Calebe de nossa Igreja”, comemora Daniel Hollander, líder da Comunidade Jovem local. De acordo com o pastor local, Nelson Milanelli, será um momento único. “Experimentaremos o ministério da bondade vivido por Jesus, marcado pela pratica cristã de cuidado e amor pelo próximo”, ensina Milanelli Jr.

Para o membro André Napoles o desafio é deixar a família por duas semanas. “Sou eu quem sustento minha casa, mas sei que Deus vai cuidar da minha família nestes dias”, conta.

150 mil pessoas são alcançadas em 10 dias – A Graziela de Camilis começou a participar do projeto por meio das redes sociais. “Fiquei sabendo do projeto pelo Facebook. Pedi que me enviassem os e-mails e comecei a partir do terceiro dia. Minha filha Giovana estava em um delicado pós-operatório, e nas idas e vindas ao hospital pude sentir que o Senhor estava conosco e aquela situação logo se resolveria”, conta Graziela de Camilis. “Foi maravilhoso sentir o amor de Deus e compreender que esta comunhão diária é mais que necessária”, reconhece.

Programação no sábado foi de 10 horas e ao final teve confraternização.

Programação no sábado foi de 10 horas e ao final teve confraternização. [Foto/Victor Henrique] 

Nas primeiras horas do dia, dezenas de famílias iniciaram o dia com o estudo da Bíblia e a oração. Durante a madrugada, e-mails eram enviados para toda a Igreja com o tema diário de estudo. Às 5h da manhã, 200 pessoas recebiam o vídeo do pastor Nelson Milanelli Jr. por meio do aplicativo WhatsApp.

Nos minutos que se seguiam, no Facebook, Instagram e WhatsApp, foi postado fotos, testemunhos e comentários sob o projeto com a hashtag #10diasdeoracaotatuape.

Eduardo Luz, líder da equipe de comunicação da igreja, junto a equipe de colaboradores monitoraram o conteúdo do projeto nas redes sociais. “Pelos nossos canais tivemos mais de 10.000 visualizações dos vídeos diários, e aproximadamente 150.000 pessoas foram alcançadas pelo nosso conteúdo em suas timelines por meio da hashtag #10diasdeoracaotatuape”, relata.

“Iniciar 2016 com este movimento inspirador foi o primeiro passo para que os demais projetos da nossa Igreja alcancem lugares nunca antes alcançados”, sonha Cris Justus, líder do Ministério da Mulher. “Estivemos unidos em uma só voz, como um coral”, finaliza, emocionada. [Equipe ASN, Michelle Martins/ Colaborador, Comunicação Tatuapé]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox