Notícias Adventistas

Igreja no sudoeste paulista investe no programa de Pequenos Grupos

O movimento de multiplicação de Pequenos grupos tem transformado a vida de muitos cristãos que entenderam a sua missão de ir e fazer novos discípulos.

22 de agosto de 2014
Equipes de pastores da região sudoeste paulista comprometido com o projeto

Equipes de pastores da região sudoeste paulista comprometido com o projeto de multiplicação

Sumaré, SP… [ASN] A liderança de Pequenos Grupos da Igreja Adventista na região sudoeste paulista, esteve reunida no último final de semana, entre os dias 15 a 17, na Estância Árvore da Vida – em Sumaré. Cerca de 435 líderes estiveram envolvidos na proposta do programa Multiplicando Esperança.

A iniciativa foi do pastor Genival Novaes, diretor regional do projeto, que veio com a proposta de consolidar a vida espiritual dos líderes e investir na multiplicação de novos Pequenos Grupos. “Estamos aqui com 12 líderes que fazem parte do grupo protótipo formado por cada pastor. Eles se reúnem com o propósito de formar novos Pequenos Grupos, totalizando neste ano aproximadamente 1.400 células”, destacou Novaes.

Na abertura do retiro espiritual, o pastor Genival falou sobre a sensibilidade de uma vida em grupo. A importância de construir um relacionamento mais próximo com as pessoas. Já o pastor Edimilson da Silva Lima, coordenador estadual dos Pequenos Grupos, falou sobre o programa de multiplicação.

 Os participantes recebem materiais de estudo que ressaltam o método de Jesus.

Os participantes estudam o método de como contagiar o mundo para Cristo do pastor Emília Abdala

“Quando o Pequeno Grupo se multiplica é uma nova comunidade que surge. O ideal é que cada grupo não passe de mais de 12 pessoas. Estamos seguindo o exemplo da Igreja Primitiva, que teve a sua força em Jesus Cristo e posteriormente nas reuniões nos lares. Hoje, o Pequeno Grupo é um estilo de vida do cristão”, disse Lima.

O pastor Alexandre Otávio Pessoa Cardoso, do distrito de Apiaí, trouxe os membros do seu grupo protótipo no encontro. “O programa é muito bom pois gera laços de amizades. As pessoas se sentem mais a vontade ao estudarem a Bíblia em grupo. Além de trazer fortalecimento, produz novos líderes que vão ajudar em outros departamentos da igreja”, ressaltou.

Renan Mazi Fernandes, participa de um Pequeno Grupo na casa de um amigo na cidade de Piracicaba. “Está na hora de dividirmos o grupo que já cresceu bastante. Penso em fazer outro Pequeno Grupo no meu apartamento”. Para Mazi, o tema do evento “Multiplicando Esperança” é falar do amor de Jesus para as pessoas e criar novos grupos de relacionamentos com o objetivo de compartilhar experiências e ajudar as pessoas.

Na cidade de Tatuí no dia de celebração  15 Pequenos Grupos se multiplicaram

Na cidade de Tatuí, no dia de celebração, 15 Pequenos Grupos se multiplicaram

Celebração dos Pequenos Grupos

Na data comemorativa dos Pequenos Grupos, que aconteceu no dia 9, as igrejas realizaram uma programação especial com louvor, testemunhos e a multiplicação de aproximadamente 200 novos Pequenos Grupos. Na cidade de Tatuí, os distritos da cidade se reuniram na igreja do Jardim Wanderley e, o resultado foi a reprodução de 15 novos Pequenos Grupos. A multiplicação aconteceu em todo o território.

Hildebrando dos Santos, há dois anos é membro da Igreja Mangueiras em Tatuí. Ele aceitou o desafio de multiplicar o seu grupo. “É uma forma dos membros da igreja praticarem o cristianismo e desenvolver melhor os relacionamentos e vida espiritual. Renovar a sua fé com Deus por meio dos testemunhos e levar a mensagem de Esperança”, diz.

Na Igreja Central de Itu, Madalena Maria Rodrigues, tem muitos motivos para celebrar e agradecer a Deus por participar dos Pequenos Grupos. Há 30 anos o seu marido resistiu o convite para ir à igreja. Com Pequeno Grupo na sua casa, a  amizade e o amor dos membros transformou o seu coração. Hoje, ele já está indo nos cultos de quartas-feiras. [Equipe ASN, Eber Pola]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox