Notícias Adventistas

Pastores são ordenados ao ministério no sul do RJ

A ordenação ao ministério requer a experiência de quatro anos na função pastoral como aspirante, mas somente após a cerimônia de ordenação é que alguns ritos são realizados pelo pastor ordenado.

Por Fabiana Lopes 5 de novembro de 2018

O ato de imposição de mãos é o momento mais solene da cerimônia de ordenação. (Fotos: Raquel Pereira e equipe ARS)

A cerimônia de ordenação da Igreja Adventista do Sétimo Dia na região sul do Rio de Janeiro aconteceu no dia 3 de novembro, no templo da Barra da Tijuca,  com a presença de familiares, amigos e membros de diversas igrejas. Três pastores foram ordenados e um foi homenageado pelos 35 anos de ministério.

Para esta cerimônia esteve presente o líder geral da Igreja Adventista para os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, pastor Maurício Lima e o líder ministerial para esses três estados, pastor Geraldo Magela. Além dos administadores da Igreja Adventista na região Sul do Rio de Janeiro, pastores: Itamar Lelis, Luiznei Gambarelli e Alexandre Lopes; bem como departamentais e distritais.

Jubilação

Blair, Roselani e os filhos Driely e Dyeisson

Pastor Blair de Melo Cavalheiro é natural de Palmeira das Missões, RS. Fez o curso de teologia no Educandário Nordestino Adventista de Pernambuco (ENA), e concluiu em 1983. Casado com Roselani Berta Possemozer Cavalheiro, têm dois filhos: Driely Possemozer Cavalheiro e Deyisson Possemozer Cavalheiro.

Atuou como preceptor e professor no Instituto Petropolitano Adventista de Ensino – IPAE (1984 a 1989), diretor do Instituto Adventista de Duque de Caxias (1990 a 1991), tesoureiro e vice-diretor do Colégio Adventista de Campo Grande (1992 a 1998), revisor da tesouraria das igrejas da Associação Rio Sul (1999 a 2002), preceptor na FADMINAS (2003 a 2004), revisor de tesouraria das igrejas da ARS (2004 a 2007), e pastor dos distritos de Santíssimo (2008 a 2011), Jardim Cabuçú (2012 a 2015) e Ponto Chic (2016 a 2018).

Ordenação

Alejandro, Simone e Isabelle

Pastor Alejandro Lopes Ninahuaman é paulista da capital de SP. Começou seus estudos no curso de Design Digital em 2010, mas no ano seguinte mudou para o curso de Teologia, concluindo no ano de 2014 sua faculdade no Centro Universitário Adventista de São Paulo, campus Engenheiro Coelho (UNASP-EC). No mesmo período fez o curso de licenciatura em Música pela Universidade de São Paulo (USP).

Em julho de 2012 casou-se com Simone Luccas Carvalho Ninahuaman e em 2017 a família aumentou com a chegada da Isabelle.

Iniciou seu ministério na IASD da Barra da Tijuca em 2015 como pastor associado até 2018 e em fevereiro deste ano assumiu o distrito de Jardim Paulista, onde permanece atualmente.

Daniel, Fernanda e Pedro Daniel

Pastor Daniel Muniz da Silva é mineiro da cidade de Nanuque-MG. Em 2008 casou-se com Fernanda Soares Oliveira e em 2011 iniciou sua graduação em Teologia no Instituto Adventista de Ensino do Nordeste (IAENE). Em 2015 concluiu a pós-graduação em Estudos em Psicologia da família na Faculdade Adventista da Bahia (FADBA).

Começou seu ministério pastoral em fevereiro de 2015 na Associação Rio Sul no distrito de Sase. Em 2016 foi transferido para Queimados onde permanece até hoje.

Em 2017 a família cresceu com a chegada do Pedro Daniel Muniz e a família aguarda a chegada da princesa que está para nascer.

João Luiz, Paula e João Pedro

Pastor João Luiz Trentino Cordeiro é carioca do Rio de Janeiro. Em 2004 casou-se com Paula Dias Proença Cordeiro e serviram na igreja por 8 anos no ancionato. No ano de 2005, enquanto trabalhava como tecnólogo de Medicina Nuclear, sentiu o desejo de fazer Teologia. Em 2006 iniciou seus estudos na Universidade Adventista de São Paulo, campus Engenheiro Coelho (UNASP-EC). Em 2007 precisou pausar seus estudos por motivos financeiros e em 2009 nasceu João Pedro, mas no ano de 2012 foi incentivado por amigos e familiares e retomou os estudos para finalizar seu curso teológico.

Iniciou seu ministério pastoral na Associação Rio Sul em 2015 como pastor distrital em Paraty até dezembro de 2016. No ano seguinte foi transferido para Barra Mansa onde permanece atualmente.

Ordenação em detalhes

Para participar da cerimônia de ordenação o pastor passa por alguns estágios, como explicou o líder ministerial da ARS, pastor Roberto Pareja Filho: “após quatro anos de bacharelado, são necessários mais quatro de residência pastoral, então a família espera por este momento áureo em que eles estão com suas familias e a igreja, confirmando o chamado que Deus. A partir de então, o pastor está apto a desenvolver todas as atividades pastorais, incluindo batismo, Santa Ceia e outras cerimônias solenes”.

Entre alguns conselhos dados pelo pastor Maurício Lima durante o sermão aos pastores ordenados, vale a pena mencionar:

  1. Cuidar da vida espiritual;
  2. Cuidar do tempo, saúde, corpo e mente;
  3. Cuidar com a ética pastoral;
  4. E cuidar do rebanho que foi confiado por Deus, permanecendo firme com a missão da igreja, sem abrir mão dos princípios.

As fotos deste evento estão no Facebook Adventistas Rio Sul.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox